domingo, 25 de julho de 2021

O Homem Bicentenário

 


O Homem Bicentenário (Bicentennial Man, EUA, 1999) – Nota 6
Direção – Chris Columbus
Elenco – Robin Williams, Sam Neill, Embeth Davidtz, Oliver Platt, Kiersten Warren, Wendy Crewson, Bradley Whitford, John Michael Higgins, Stephen Root.

Em um futuro próximo, androides semelhantes a humanos foram criados. Neste contexto, um homem (Sam Neill) compra um androide (Robin Williams) para auxiliar sua família. 

Com um tempo de vida útil indefinido e programado para atender os humanos, aos poucos o androide batizado como Andrew passa a demonstrar carinho pela família e emitir opiniões. 

Seus questionamentos aumentam ao encontrar um cientista (Oliver Platt) que trabalha sozinho com androides em um laboratório improvisado. 

Baseado em uma história do escritor de ficção Isaac Asimov, este longa tenta antever até onde a ciência poderia chegar na criação de máquinas que fossem não apenas semelhantes aos humanos na parte física, mas também no desenvolvimento emocional. 

Esta premissa é desenvolvida de formar irregular, muito pelo longo tempo em que se passa a trama, obrigando o roteiro a acelerar a história pulando períodos. O teor melodramático de algumas sequências também incomoda, tentando forçar uma emoção que não convence. 

Mesmo com uma boa produção, atuações corretas e uma história interessante, o resultado é no máximo razoável.

Um comentário: