sábado, 26 de dezembro de 2015

Assassino Invisível

Assassino Invisivel (The Town That Dreaded Sundown, EUA, 2014) – Nota 6
Direção – Alfonso Gomez Rejon
Elenco – Addison Timlin, Veronica Cartwright, Anthony Anderson, Travis Hope, Gary Cole, Ed Lauter, Joshua Leonard, Edward Herrmann, Denis O’Hare, Spencer Treat Clark.

No início do longa, uma narração over explica que a cidade de Texarkana, na divisa do Texas com Arkansas, sofreu com um serial killer conhecido como “Fantasma” que agiu em 1946 e que jamais foi preso. Em 1976, um filme sobre os assassinatos foi produzido e considerado maldito pela população. 

A trama pula para 2013, quando um casal de namorados (Addison Timlin e Spencer Treat Clark) é atacado após assistirem o filme em um drive-in e o rapaz acaba morto. O assassino deixa a garota viva e diz que o crime é por causa de “Mary”. Quando ocorre um segundo crime com as mesmas características, a polícia acredita que um novo Fantasma seja o assassino. 

Este longa é ao mesmo tempo uma refilmagem e uma sequência da obra de mesmo título produzida em 1976, o que por si só é uma bela premissa, principalmente porque o criminoso original jamais foi preso, o que abriria várias possibilidades para o roteiro. 

Infelizmente o desenvolvimento da trama se perde em meio a clichês, principalmente no péssimo final, no mau aproveitamento de personagens coadjuvantes interessantes como o Ranger de Anthony Anderson e o sinistro cineasta interpretado por Denis O’Hare, além da inexpressiva atriz principal. 

O diretor pelo menos consegue criar um clima de suspense e alguns sustos. 

Não assisti ao filme de 1976 para comparar, mas fica claro que o material tinha tudo para render um suspense bem melhor.

2 comentários:

Gustavo H. Razera disse...

Sem tirar, nem pôr. Concordo. É um filme cheio de metalinguagem, mas que não obtém o efeito desejado.

Hugo disse...

Gustavo - O diretor desperdiçou uma ótima premissa.

Abraço