domingo, 1 de julho de 2018

Uma Passagem Para a Vida

Uma Passagem Para a Vida (L’Homme du Train, França / Inglaterra / Alemanha / Japão, 2002) – Nota 7,5
Direção – Patrice Leconte
Elenco – Jean Rochefort, Johnny Hallyday.

Milan (Johnny Hallyday) chega de trem em uma pequena cidade francesa. Ele pretende encontrar antigos comparsas para assaltar o banco local. 

Ao encontrar o hotel da cidade fechado, Milan termina por aceitar o convite para se hospedar na casa de um professor de poesia aposentado, o falante Manesquier (Jean Rochefort). 

Durante alguns dias, os dois sujeitos de passados extremamente diferentes trocam experiências de vida através de diálogos sobre amor, amizade, velhice e frustrações. 

Em um ritmo lento semelhante a vida na tediosa cidade onde se passa a história, este longa de Patrice Leconte (do ótimo “O Marido da Cabeleireira” também com Jean Rochefort) é um sensível retrato sobre a vida na terceira idade. 

Os protagonistas tem em comum o desejo de viver algo diferente, sonhando em ainda ter tempo de experimentar coisas novas. É curioso que o bandido de vida agitada se identifique com a vida calma do novo amigo, enquanto o veterano professor imagina as aventuras que poderia ter vivido quando jovem. 

Uma triste coincidência liga a vida dos dois atores. Eles faleceram com diferença de apenas dois meses no ano passado. Jean Rochefort se foi em outubro de 2017 e Johnny Hallyday em dezembro. Rochefort foi um dos grandes atores do cinema francês, enquanto Hallyday além de ator, foi o maior astro de rock da França. 

Como informação, o longa foi refilmado nos Estados Unidos em 2011 com Donald Sutherland e o músico da banda U2 Larry Mullen Jr nos papéis principais.

5 comentários:

Pedrita disse...

nossa eu vi esse filme como o homem do trem. bem mais pertinente que esse título que traduziram. esse filme é fantástico. beijos, pedrita https://mataharie007.blogspot.com/2010/12/o-homem-do-trem.html

Liliane de Paula disse...

Que coincidência!
Esse filme está passando agora no Canal Paramout e tenho impressão que coloquei para gravar.
O enredo me interessou.

O ator Johnny Halliday acho que faleceu este ano.

Hugo disse...

Pedrita - Os canais fechados adoram alterar nome de filme pouco conhecido.

Liliane - Sim, este filme está sendo reprisado na tv fechada.

Luli Ap disse...

Não conhecia o filme e fiquei encantada com o plot.
Deve ser absolutamente intenso e sensível.
Gosto dessa pegada filosófica e acho que em certos momentos da vida a gente faz sim uma avaliação do que foi e do que poderia ter sido.
E hoje como as pessoas vivem mais acho natural que elas ainda desejem experimentar coisas novas.
Dica devidamente anotada
Bjs Luli

Hugo disse...

Luli - Descobri este filme por acaso na tv a cabo e gostei bastante.

Bjos