quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Dark

Dark (Dark, Alemanha, 2017)
Direção – Baran Bo Odar
Elenco – Oliver Masucci, Karoline Eichhorn, Jordis Triebel, Louis Hoffman, Maja Schone, Andreas Pietschmann, Daan Lennard Liebrenz.

Na pequena cidade de Winden no interior da Alemanha, o suicídio de um homem e o desaparecimento de um adolescente são os pontos de partida da série mais complexa dos últimos anos. 

Criada pelo diretor Baran Bo Odar, do ótimo “Invasores: Nenhum Sistema Está a Salvo”, em parceria com Jantje Friese, esta série foi escrita para quebrar a cabeça do espectador. Fica difícil até escrever uma sinopse.

Alguns críticos comparam a série com "Stranger Things" por causa da premissa do desaparecimento de um adolescente, porém esta é muito mais complexa e com uma trama totalmente adulta e sombria. 

Os ingredientes da trama incluem outros desaparecimentos de crianças, viagem no tempo, conflitos familiares, traições, uma usina nuclear e até uma ligação ainda indefinida com a tragédia de Chernobyl na antiga União Soviética. 

A quantidade enorme de personagens é outro fator que deixa o espectador maluco. Vários deles são interpretados por dois ou até três atores, pois a trama se passa em três épocas diferentes. As histórias estão interligadas por acontecimentos em 1953, 1986 e 2019. 

Estes personagens estão divididos e também misturados em quatro famílias que tem seus destinos modificados pelo caos. 

Um dos pontos positivos é que o roteiro responde várias perguntas durante os dez episódios, diferente de séries que enrolam o espectador. Lógico que ganchos foram deixados para uma segunda temporada, que tomara seja tão instigante como a primeira.

4 comentários:

Marília Tasso disse...

Vou pro quinto episódio e tô bem confusa tentando conectar os personagens, tô gostando do clima, enredo e tudo mais, trilha sonora sensacional também, não paro de ouvir rs

Hugo disse...

Marília - Demora um pouco para memorizar quem é quem na trama, mas vale a pena assistir. O clima e a trilha sonora são marcantes. É uma das melhores séries dos último anos.

Abraço

Amanda Aouad disse...

Gostei bastante também, curiosa com a segunda temporada. Torcendo para continuar instigante também.

bjs

Hugo disse...

Amanda - Na segunda temporada veremos se os criadores tem história para manter a qualidade.

Bjos