sábado, 6 de setembro de 2014

Sem Novidade no Front

Sem Novidade no Front (All Quieto on the Western Front, EUA, 1930) – Nota 8
Direção – Lewis Milestone
Elenco – Lew Ayres, Louis Wolheim, John Wray, Ben Alexander, William Bakewell, Slim Summerville.

Início da Primeira Guerra Mundial, uma pequena cidade da Alemanha faz festa para os soldados que seguirão para o campo de batalha. Com uma euforia de patriotismo tomando conta do lugar, um professor faz um belo discurso sobre honra para seus alunos, incentivando os jovens a se alistarem. Vários deles seguem o conselho do professor sem saber que enfrentarão um verdadeiro inferno na linha de frente da guerra. 

Baseado num livro do alemão Erich Maria Remarque, este longa que venceu os Oscars de Melhor Filme e Direção, é uma belíssima obra pacifista, que mostra de forma cru o sofrimento dos jovens que sequer sabiam porque lutavam. Diferente dos filmes sobre a Segunda Guerra, que em sua maioria focavam no heroísmo dos combatentes, esta obra tem como ponto principal o lado humano do soldado. 

Assim que os jovens se apresentam para o treinamento, são surpreendidos ao encontrar o carteiro da cidade como sargento, que os trata como estranhos, inclusive com humilhações. Quando são enviados aos front, descobrem que falta comida, precisam se esconder em trincheiras e chegam ao desespero durante o primeiro bombardeio que enfrentam. No local, eles são “adotados” pelo veterano Kat (Louis Wolheim), que se torna uma espécie de pai para o grupo de jovens, principalmente para Paul (Lew Ayres), o protagonista que terá sua vida transformada pelos horrores da guerra. 

Mesmo sendo impossível comparar, tanto pela diferença de quase sessenta anos entre as produções, quanto pelos estilos dos diretores, este ótimo filme com certeza foi uma das inspirações de Stanley Kubrick para comandar “Nascido Para Matar”.

Nenhum comentário: