quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Caminho da Liberdade

Caminho da Liberdade (The Way Back, EUA / Emirados Árabes, 2010) – Nota 8
Direção – Peter Weir
Elenco – Jim Sturgess, Ed Harris, Colin Farrell, Saiorse Ronan, Dragos Bucur, Alexandru Potocean, Gustaf Skarsgard, Mark Strong.

Em 1940 após a invasão da Polônia pelos alemães e os russos, o jovem soldado polonês Janusz (Jim Sturgess) é acusado de espionagem e enviado a um gulag na Sibéria. Lá se envolverá com outros prisioneiros de diversas nacionalidades para arquitetar um fuga. 

A fuga acontece durante uma grande nevasca e junto com ele outros seis homens fogem, entre eles o americano Sr. Smith (Ed Harris) e o violento criminoso russo Valka (Colin Farrell). O plano do grupo é chegar até a Mongólia, onde acreditam estarem salvos dos russos. Pelo caminho eles cruzam com outra fugitiva, a jovem Irena (Saiorse Ronan), que se junta ao grupo que segue uma jornada heróica para tentar sobreviver. 

O diretor australiano Peter Weir, de ótimos filmes como “A Sociedade dos Poetas Mortos”, “A Testemunha” e “O Show de Truman”, escreveu o roteiro baseado no livro do polonês Slavomir Rawicz, que conta ter percorrido mais de 6.500 km entre a Sibéria e a Índia junto com outros fugitivos, porém alguns jornalistas alegam que a história foi inventada. Além disso, existem pelo menos duas outras versões da mesma história com outras pessoas, mas isso não diminui o mérito deste belo trabalho. 

O filme de Weir é uma ode a superação, o grupo de fugitivos enfrenta as florestas geladas da Sibéria, a falta de comida e água numa sequência angustiante no deserto da Mongólia, até a travessia da Cordilheira do Himalaia. 

Outros pontos altos são a belíssima fotografia, a ótima trilha sonora e o elenco que se entrega a personagens que participam de uma jornada de limite físico e psicológico. 

Grande filme que infelizmente passou quase despercebido nos cinemas e que agora merece ser descoberto em dvd.


5 comentários:

Amanda Aouad disse...

Esse ainda preciso conferir, fui deixando para depois e esqueci, :(

bjs

Hugo disse...

Amanda - Ter Peter Weir na direção já vale a sessão. Gosto muito dos seus trabalhos.

Bjos

E. SANCHES disse...

Parabéns pelo blog
O trabalho está muito bom
Conheça o meu blog exclusivo sobre
Bang Bang à Italiana no Brasil.
www.bangbangitaliana.blogspot.com

glaucerossi@terra.com.br disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Hugo disse...

E. Sanches - Valeu pela visita, em seguida conhecerei seu blog.

Abraço