terça-feira, 16 de maio de 2017

Um Homem Chamado Ove

Um Homem Chamado Ove (Em Man Som Heter Ove, Suécia, 2015) – Nota 8
Direção – Hannes Holm
Elenco -  Rolf Lassgard, Bahar Pars, Filip Berg, Ida Engvoll, Borje Lundberg.

Ove (Rolf Lassgard) é um viúvo solitário e ranzinza que decide acabar com a própria vida após ser dispensado do emprego onde trabalhava há mais de quarenta anos. 

Vivendo em um condomínio de casas, sempre que Ove se prepara para cometer o suicídio, algo acontece ao seu redor, fazendo com que desista da tentativa para resolver a situação 

Ove perdeu também o cargo de síndico do condomínio, mas mesmo assim continuou a fazer sua “ronda” diária para manter a ordem no local. A chegada de uma imigrante iraniana grávida (Bahar Pars), casada com um sueco e mãe de duas meninas, também resulta em consequências na vida do viúvo. 

O aparente ódio que o protagonista carrega é explicado aos poucos, através de flashbacks que detalham os desafios que ele enfrentou na vida desde criança até a morte da esposa. 

A forma sensível como o roteiro descreve a vida do protagonista é um exemplo de como a “casca das pessoas” muitas vezes esconde seu melhor lado. Alegrias, sofrimentos e frustrações moldam o caráter e as atitudes de cada um. 

Vale destacar ainda a ótima atuação de Rolf Lassgard. 

É um belíssimo filme sobre a vida.

3 comentários:

Amanda Aouad disse...

Foi uma grata surpresa para mim, gostei bastante da maneira como ele vai nos envolvendo aos poucos no drama do protagonista.

bjs

Liliane de Paula disse...

Esse já vi que preciso vê.
Já anotei.
História de vida e história possível.

Hugo tente vê a serie Genius- a vida de Einstein.
Muito boa.
E como já conhecia um pouco da vida dele, está sendo legal.

Hugo disse...

Amanda - O roteiro apresenta surpresas sobre a vida do protagonista. É um belo filme.

Liliane - Vou tentar assistir a série.

Bjos