sábado, 7 de dezembro de 2019

The Art of Self-Defense

The Art of Self-Defense (The Art of Self-Defense, EUA, 2019) – Nota 6,5
Direção – Riley Stearns
Elenco – Jesse Eisenberg, Alessandro Nivola, Imogen Poots, Steve Terada, Phillip Andre Botello, Leland Orser.

Casey (Jesse Eisenberg) é um solitário e inseguro contador que após ser espancado sem motivos por uma gangue de motociclistas decide aprender karatê. 

Ele entra no “dojo” de um sensei (Alessandro Nivola) que a princípio parece ser um mestre que deseja ensinar os alunos a ganharem confiança, mas que aos poucos mostra sua verdadeira face. 

Escrito e dirigido por Riley Stearns de “Faults  e produzido pelos irmãos David e Nathan Zellner de “Kumiko, a Caçadora deTesouros”, este novo longa segue o mesmo estilo fora do comum. Os personagens são interpretados com uma aparente seriedade que esconde o absurdo da história que beira o humor negro em algumas sequências, principalmente nas de violência. 

Não sei de forma proposital ou por acaso, o roteiro passa a mensagem de que no mundo em que vivemos onde estamos a mercê de vários tipos de violência, a única forma de defesa é se impor, mesmo se tivermos de utilizar também da violência. 

É um filme razoável, mas que vale a sessão para quem tem curiosidade por obras que fogem do lugar comum.

2 comentários:

Luli Ap. disse...

Obras que fogem do comum são reflexivos por fazerem pensar fora da caixinha.
As vezes a gente fica com uma ???? estampada na cara
Talvez nos dias de hoje existam duas correntes distintas: a não violência e a violência como forma de se impor, mas quem sabe existe uma terceira possibilidade: a auto defesa como modo de se proteger.

Hugo disse...

Luli - É uma discussão bem complicada. O filme é interessante, mesmo com algumas falhas.

Bjs