quinta-feira, 8 de outubro de 2009

A Verdade Nua

A Verdade Nua (Where the Truth Lies, EUA, 2005) – Nota 7,5
Direção – Atom Egoyan
Elenco – Kevin Bacon, Colin Firth, Alison Lohman, David Hayman, Rachel Blanchard, Maury Chaykin, Beau Starr, Kristin Adams.

Na década de cinquenta a dupla cômica Lanny (Kevin Bacon) e Morris (Colin Firth) estão no auge, isto até a véspera da apresentação do Teleton, quando um camareira é encontrada morta na banheiro do quarto de hotel onde eles estavam hospedados. Após o programa a dupla se separa. Quinze anos depois a jovem jornalista Karen (Alison Lohman) tem carta branca da editora onde trabalha para escrever um livro com as memórias de Morris e ela como grande fã da dupla, vê a chance de descobrir a verdade sobre a morte da garota e a separação. No final ela e o espectador descobrirão os bastidores da vida da dupla, regado a sexo e drogas, além de pitadas de chantagem e uma estranha ligação com um mafioso (Maury Chaykin).

O filme é baseado num livro sobre os bastidores do show business, mas boatos dizem que a escritor se baseou na parceria e separação da dupla Jerry Lewis e Dean Martin. Não é fácil acreditar que tudo o que é mostrado no longa tenha acontecido com a famosa dupla, mas com certeza os personagens de Kevin Bacon e Colin Firth lembram e muito Lewis e Martin.

O diretor egípcio Atom Egoyan (“Exotica” e “O Doce Amanhã”) acerta em cheio ao mostrar personagens desajustados e manipuladores em cenas fortes e sem pudor.

5 comentários:

Marcelo Moreira disse...

Acho bárbaro esse filme. Eu já tinha percebido q era baseado na dupla Martin & Lewis, mas e bem sutil. Ótimo seu blog!!

•CleBeR! disse...

Nunca vi nenhuma das obras de Atom!

Tatuador disse...

Estou com este filme há tempos esperando uma oportunidade de assistir . Já tinha lido algo sobre ser uma biografia não autorizada da dupla Martin e Lewis . Agora com a análise do amigo decidi assistir o filme . Valeu pela dica !
Um abraço.

O Cara da Locadora disse...

É realmente um ótimo filme e totalmente inesperado por mim... Será mesmo que o Jerry Lewis fez isso com alguém? rs... Bizarro mesmo...

Abraços..

Hugo disse...

Marcelo - Tentaram disfarçar provavelmente para não levarem um processo de Lewis dos descendente de Dean Martin.
Obrigado pelo elogio.

Cléber - Este é o primeiro filme de Egoyan que assisto tb.

Tatuador - O filme é um bom drama e vale como curiosidade para quem gostava da dupla Martin & Lewis.

Cara da Locadora - Não sei até que ponto a dupla chegou... ou se a história do filme é apenas ficção.

Abraço