sábado, 12 de março de 2016

A Última Ceia

A Última Ceia (Monster’s Ball, EUA, 2001) – Nota 8
Direção – Marc Forster
Elenco – Billy Bob Thornton, Halle Berry, Heath Ledger, Sean Combs, Peter Boyle, Mos Def, Coronji Calhoun.

Em uma cidade do sul dos Estados Unidos, Hank (Billy Bob Thornton) e seu filho Sonny (Heath Ledger) trabalham como guardas em um presídio e se preparam para a execução do detento Laurence (Sean Combs). Hank é um viúvo de meia-idade que cuida do pai doente (Peter Boyle), um ex-carcereiro racista que se orgulha do filho, que aparentemente segue a mesma ideologia do pai. 

A execução de Lawrence afeta o relacionamento de Hank com Sonny, além de colocar em cena a esposa do detento, a bela Leticia (Halle Berry), que sofre para criar sozinha o filho pré-adolescente (Coronji Calhoun). 

O diretor Marc Forster (“Guerra Mundial Z” e “Em Busca da Terra do Nunca”) filmou de forma crua esta triste história sobre pessoas perdidas na vida que buscam a redenção. Não é um filme agradável, várias situações incomodam. As cenas de racismo são cruéis, as discussões familiares dolorosas e a longa sequência da preparação até a execução do preso é angustiante. 

O roteiro desnuda as várias faces de cada personagem, deixando claro que o bem e o mal existem dentro de todos, a diferença está em até que ponto cada pessoa consegue conviver com estes dois lados. 

O elenco apresenta ótimas atuações de um atormentado Billy Bob Thornton, a crueldade em pessoa na pele do falecido Peter Boyle, além da total entrega de Halle Berry, que venceu o Oscar de Melhor Atriz. O desempenho da atriz é profundo nas cenas com o filho, na desilusão do relacionamento com o marido e principalmente na ousada cena de sexo que beira o explícito, umas mais quentes da história do cinema. 

É um drama pesado e deprimente em vários momentos, mas que vale a sessão para quem gosta do gênero.

4 comentários:

Gustavo H. Razera disse...

Forte. Drama assim é que é bom, não coisas edulcoradas que passam a mão na cabeça do público.

Cumps.

Hugo disse...

Gustavo - Com certeza, drama duríssimo.

Abraço

Liliane de Paula disse...

Eu vi esse filme.
Não lembrava de muita coisa, até ler seu comentário.
Mas gosto muito do Billy Bob Thornton.
Não lembrava de Heath Ledger

Hugo disse...

Liliane - O Heath Ledger tem um papel pequeno e na época ele ainda era pouco conhecido.