domingo, 7 de fevereiro de 2016

Corrente do Mal

Corrente do Mal (It Follows, EUA, 2014) – Nota 6
Direção – David Robert Mitchell
Elenco – Maika Monroe, Keir Gilchrist, Lili Sepe, Olivia Luccardi, Daniel Zovatto, Jake Weary.

Na sequência inicial, uma garota foge desesperada de sua casa no subúrbio. Ao chegar na praia, liga chorando para os pais dizendo que os ama. Na manhã seguinte, a garota está morta com marcas de violência. 

A história volta para o subúrbio e segue os passos de outra garota, Jay (Maika Monroe), que na mesma noite vai a um encontro com Hugh (Jake Weary). Após o casal fazer sexo no carro, o rapaz tem uma estranha atitude. A partir daí, o jovem desaparece e Jay passa a ser perseguida por uma violenta entidade. 

A instigante premissa que lembra um pouco “O Chamado”, junto com uma trilha sonora sinistra e um clima de suspense bem construído no início, aguçam a curiosidade do espectador, porém quase tudo se perde no desenrolar da trama.

O ritmo lento, os furos do roteiro que explora o clichê da punição para quem  faz sexo e o péssimo elenco, transformam o filme num suspense vagabundo, com cara de produção para tv. Algumas cenas de suspense ainda são razoáveis, como a primeira sequência em que aparece a entidade e as cenas na casa de campo, mas é pouco para salvar o longa. 

O roteiro ainda deixa um gancho para uma sequência, mas que dificilmente sairá do papel.

2 comentários:

Gustavo H. Razera disse...

Simplesmente não mete medo.

Cumps.

Hugo disse...

Gustavo - Eu esperava muito mais.

Abraço