segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Aos Treze

Aos Treze (Thirteen, EUA, 2003) – Nota 6,5
Direção – Catherine Hardwicke
Elenco – Holly Hunter, Evan Rachel Wood, Nikki Reed, Jeremy Sisto, Brady Corbet, Sarah Clarke, Deborah Karan Unger, Kip Pardue, Vanessa Hudgens, D. W. Moffett.

A garota Tracy (Evan Rachel Wood) aos treze anos ainda se veste com roupas de crianças e dorme com bichinhos de pelúcia e por esse motivo começa a se sentir rejeitada no escola e resolve fazer a amizade com a garota mais popular e também mais falsa da escola, Evie (Nikki Reed). Por influência da nova amiga ela muda seu comportamento e começa a beber, furtar roupas em lojas, usar drogas e experimentar sexo, tudo isso causando um grande conflito com sua mãe, a cabeleireira Melanie (Holly Hunter), que separada do marido vive com a garota e o outro filho (Brad Corbett) e com o namorado drogado (Jeremy Sisto).

O roteiro do longa é assinado pela diretora Catherine Hardwicke e pela atriz Nikki Reed, que faz o papel da garota falsa e problemática que ajuda a desvirtuar a confusa Tracy. Na realidade o filme tenta mostrar como uma família desestruturada atrapalha no desenvolvimento psicológico dos filhos adolescentes e como estes estão a mercê dos perigos e das ilusões que o mundo oferece. É um bom drama, com alguns momentos um pouco exagerados, assim como é a própria adolescência.

6 comentários:

Pedro Henrique disse...

O tema é delicado, mas a abordagem não é sempre eficiente.

Abs!

Luis Adriano disse...

Eu gostei bastante do tema desse filme e achei interessante, em muitos momentos. Talvez a maneira como foi abordado seja meio incorreto, causando o exagero, mas, ainda assim, acho que seja um filme para se ver.
Ótima interpretação de Holly Hunter, que inclusive foi indicada ao Oscar!

Ciro Hamen disse...

Hugo, eu achei esse filme bem fraco. Achei que ia ser uma coisa e foi outra completamente diferente - mas não para o bem. Bom, faz tempo que vi também. Não sei se visse hoje gostaria um pouco mais. Mas acho difícil. Há bons momentos, como vc falou, mas tudo muito exagerado.

Abraços!

Hugo disse...

Pedro - O tema poderia ter rendido um filme melhor.

Luís Adriano - A interpretação de Holly Hunter é boa como sempre. O tema é muito atual e polêmico.

Ciro - O filme não é ruím, mas como já escrevi, a história poderia ter sido melhor explorada.

Abraços

pabla pereira disse...

Oi! Estou pesquisando blogs de cinema e gostei do seu blog e dessa postagem.
Acho que "Aos Treze" é uma versão (um pouco fraca) de "Deixe-me Viver", com Michelle Pfeiffer e Alison Lohman. É como você disse, tem cenas exageradas e a história poderia ter sido melhor explorada, como foi em "Deixe-me viver".

Ahhh tb tenho um blog

www.cinefiloseafins.blogspot.com

Hugo disse...

Pabla - Ainda não assisti "Deixe-me Viver", então não tenho como comparar.

Vou visitar seu blog.