segunda-feira, 28 de maio de 2018

Um Dia de Caos

Um Dia de Caos (Mayhem, EUA, 2017) – Nota 6,5
Direção – Joe Lynch
Elenco – Steven Yeun, Samara Weaving, Steven Brand, Caroline Chikezie, Kerry Fox, Dallas Roberts, Mark Frost.

Um vírus que faz com que as pessoas percam seus medos e deixem florescer seus instintos mais selvagens é a ameaça do momento. Mesmo com as autoridades conseguindo imunizar as pessoas, o vírus ainda se propaga. 

Derek Cho (Steven Yeun) é um jovem advogado que cresceu na carreira ao descobrir uma brecha na lei que tirou da cadeia um assassino que alegou estar infectado pelo tal vírus. 

Num certo dia, o vírus é detectado na empresa onde Derek trabalha e o local termina isolado pelo exército. Durante o período da quarentena, o vírus se espalha e o ódio entre os funcionários se transforma numa violenta guerra dentro do edifício. 

A grande sacada deste longa é não levar a história a sério. A narração cínica do protagonista vivido por Steven Yeun é um dos pontos altos. O roteiro explora os clichês das relações de trabalho para criar cenas de violência bem boladas e algumas até engraçadas. 

Entre os personagens temos o chefe egocêntrico e canalha, a puxa-saco que tenta destruir a carreira dos colegas, o homem do rh responsável por demitir funcionários, entre outros tipos comuns dentro de uma empresa. 

A premissa lembra o superior e bem mais sério “O Experimento Belko”

O resultado é curioso, indicado para quem gosta de filmes que misturam crítica social e humor negro.

4 comentários:

Liliane de Paula disse...

Não faz meu estilo, Hugo.

Hugo disse...

Liliane - Eu imaginei que não faria.

Luli Ap disse...

Vou procurar para assistir.
Levei daqui a indicação de Ecperimento Belko e gostei bastante.
Esse Um dia de caos me lembrou O Bar um filme espanhol que tb trata de um dia e da propagação de vírus.
Já anotei aqui.
Bjs Luli

Hugo disse...

Luli - São vários filmes que exploram este filão de apocalipse causado por algum vírus.

Bjos