segunda-feira, 20 de junho de 2016

Ex-Machina: Instinto Artificial

Ex-Machina: Instinto Artificial (Ex Machina, Inglaterra, 2015) – Nota 7,5
Direção – Alex Garland
Elenco – Domnhall Gleeson, Oscar Isaac, Alicia Vikander, Sonoya Mizuno.

Caleb (Domnhall Gleeson) trabalha como programador de computadores em uma corporação. Para sua surpresa, ele recebe uma mensagem informando que foi vencedor de um concurso que oferece como prêmio viver uma semana com o proprietário da corporação. 

Caleb é levado para uma local isolado. no meio de uma bela floresta, onde vive o excêntrico Nathan (Oscar Isaac) em um misto de laboratório, casa e bunker. 

O jovem é novamente surpreendido ao descobrir que será o responsável por testar se realmente Nathan conseguiu criar uma inteligência artificial perfeita. Seu trabalho será interagir com a criação de Nathan, Ava (Alicia Vikander). 

O roteiro escrito pelo diretor inglês Alex Garland não apresenta novidades em relação ao tema da inteligência artificial. O desenrolar da trama é previsível, desde o início as pistas estão na tela. 

O ponto principal é o desenvolvimento dos personagens, principalmente a dupla de protagonistas. O Caleb de Domnahll Gleeson é o jovem curioso, inseguro e até ingênuo, que sabe estar sendo manipulado, mas não exatamente por quem, enquanto o Nathan de Oscar Isaac é o típico gênio complicado, daqueles em que o espectador fica sempre em dúvida quanto a sua índole. 

Algumas sequências são desconfortáveis para o personagem de Caleb, como a estranha cena da dança e a discussão sobre sexualidade. 

Está longe de ser um grande filme, mas ganha pontos pelo narrativa estranha e o clima sinistro em alguns momentos.  

9 comentários:

Gustavo H. Razera disse...

É um filme um tanto gélido, mais intelectual do que visceral. Também não acho nada grandioso, mas é uma curiosidade recomendável.

Cumps.

Marcelo Keiser disse...

Eu tenho estado bastante curioso quanto a esse filme. Ainda não assisti, mas está na minha lista. Em breve...

abraço

Pedrita disse...

adorei esse filme. amei o elenco e suas interpretações. comentei aqui http://mataharie007.blogspot.com.br/2016/02/exmachina.html
beijos, pedrita

Liliane de Paula disse...

Não sei onde vc encontra tanto filmes que as vezes nem conheço.
É segredo, não e?
O que me interessa, acrescento na lista que vc me mandou.

Pois é, Hugo. O paciente demente é um morto-vivo.
Terrível para a família.

Hugo disse...

Gustavo - A narrativa fria se casa muito bem com a história.

Marcelo - É um filme para quem gosta do tema.

Pedrita - Visitarei sua postagem.

Liliane - Legal, anotando os filmes que te interessam, você sempre terá boas opções para assistir.

Rodrigo Mendes disse...

O melhor Thriller de Sci-fi dos últimos tempos!

Abraço.

Hugo disse...

Rodrigo - Achei o filme interessante, mas não gostei tanto assim.

Abraço

Amanda Aouad disse...

Acho que a parte final cai um pouco o que torna o filme menos genial do que poderia. Não só pela previsibilidade que você aponta, mas pela própria escolha clichê, fica quase tolo. Ainda assim é um bom filme, uma pena que não passou nos cinemas.

bjs

Hugo disse...

Amanda - Concordo, a parte final destoa um pouco. Por outro lado, acho que o filme passaria batido pelo cinema. Ele não tem o estilo que o grande público gosta.

Bjos