terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Recrutas da Pesada & A Melhor Defesa é o Ataque


Recrutas da Pesada (Stripes, EUA, 1981) – Nota 6
Direção – Ivan Reitman
Elenco – Bill Murray, Harold Ramis, Warren Oates, P. J. Soles, John Larroquette, John Candy, Sean Young, Judge Reinhold, John Diehl,Lance LeGault.

John (Bill Murray) é um motorista de táxi sem perspectiva de vida que decide entrar para o exército e convence o amigo Russell (Harold Ramis) a acompanhá-lo. Seu jeito cínico e sua esperteza o transformam rapidamente numa espécie de líder de um grupo de soldados desajustados (John Candy, Judge Reinhold, John Diehl), ao mesmo tempo em que entra em conflito com um sargento durão (Warren Oates). Após o treinamento, os soldados são enviados para uma missão especial na Europa, onde terão de enfrentar inimigos de verdade. 

Igual a várias outras comédias dos anos oitenta, vendo hoje o longa se mostra apenas razoável, com algumas boas tiradas a cargo de Bill Murray, principalmente nas discussões com o falecido Warren Oates. 

O filme fez algum sucesso na época e foi uma espécie de prévia do ótimo “Os Caça-Fantasmas”, nem tanto pela qualidade, mas por reunir o trio Bill Murray, Harold Ramis e o diretor Ivan Reitman, que seriam os protagonistas do clássico dos anos oitenta ao lado do então astro Dan Aykoryd. 

É um filme que hoje vale como curiosidade cinematográfica.

A Melhor Defesa é o Ataque (Best Defense, EUA, 1984) – Nota 4
Direção – Willard Huyck
Elenco – Dudley Moore, Eddie Murphy, Kate Capshaw, Helen Shaver, George Dzundza, Tom Noonan, David Rasche.

O engenheiro Wylie Cooper (Dudley Moore) projetou um tanque de guerra especial que está sendo testado no Kwait pelo Tenente Landry (Eddie Murphy). Como Cooper estava desmotivado com a empresa onde trabalha, o tanque não foi projetado da forma correta e  Landry é quem descobre o problema em meio a uma batalha no deserto. Ao mesmo tempo, Cooper recebe de outro engenheiro que acaba assassinado, um disco com informações sigilosas sobre a empresa e assim se envolve numa perigosa trama. 

Grande fracasso de bilheteria, este longa tem histórias mais interessantes fora da tela. O diretor Willard Huyck era um dos parceiros de George Lucas, com quem escreveu o roteiro de “American Grafitti” e por este motivo teve a chance de comandar este longa produzido pelo próprio Lucas. Mesmo fracassando, Lucas ainda entregou a Huyck a direção de “Howard – O Super Herói”, que se tornou um fracasso ainda maior e enterrou de vez a carreira do sujeito. 

A trama deste “A Melhor Defesa é o Ataque” foi filmada sem o personagem de Eddie Murphy, que foi contratado após o filme ser rejeitado nas exibições de teste. Os roteiristas inseriram depois a trama do tanque no Oriente Médio e por este motivo Murphy e Dudley Moore não chegaram a contracenar juntos. 

Outra curiosidade é que o longa pode ser comparado a uma gangorra na carreira da dupla principal. Na época, Dudley Moore estava no auge após sucessos como “Mulher Nota 10” e “Arthur – O Milionário Sedutor”, sendo que este fracasso deu início a decadência na carreira do ator. Por outro lado, Eddie Murphy começava a ficar famoso após ótimos trabalhos em “Trocando as Bolas” e “48 Horas”, tendo se tornado astro com “Um Tiro da Pesada” lançado no mesmo ano em que o filme com Moore afundou. 

2 comentários:

Kleiton Gonçalves disse...

Bill Murray fez parte de minha infância. Hoje, faz parte de minha vida madura com suas atuações dramáticas excelentes. Um grande ator. Infelizmente, não tem o reconhecimento ainda devido. Merece maior projeção e respeito acadêmico!

Abraços,

http://poesias-ilustradas.blogspot.com.br/

Hugo disse...

Kleiton - Também gosto do talento de Bill Murray, seus trabalhos na última década mostraram que além de comediante ele também é um grande ator.

Abbraço