segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Belém: Zona de Conflito

Belém: Zona de Conflito (Bethlehem, Israel / Alemanha / Bélgica, 2013) – Nota 7,5
Direção – Yuval Adler
Elenco – Tshai Halevi, Shadi Mar’i, Hitham Omari, Tarik Kopty, Michael Shtamler, George Iskandar.

Na dividida cidade de Belém, Razi (Tshai Halevi) é um policial israelense que tem como informante o adolescente palestino Sanfur (Shadi Mar’i), que é irmão de um perigoso terrorista. 

Quando ocorre um ataque suicida na cidade, o chefe de Razi o pressiona para utilizar Sanfur como isca para chegar até o irmão. O problema é que Razi criou um laço de amizade de garoto. Ele tenta a todo custo poupar o jovem, mesmo colocando sua própria carreira em risco. 

Este competente drama foca no inferno que é a vida em Belém, local onde israelenses e palestinos vivem em eterna batalha. O roteiro acerta ao mostrar os erros dos dois lados, tanto a forma opressora como os israelenses tratam os palestinos, como a ódio recíproco que resulta em atentados a bombas e assassinatos por vingança. O roteiro detalha também as brigas políticas entre os diferentes grupos palestinos. 

É um retrato perfeito de um conflito que aparentemente nunca terá fim.

4 comentários:

Luli Ap disse...

Triste demais a realidade das pessoas que vivem sob medo constante, numa guerra que (oremos) um dia há de terminar (infelizmente não parece mesmo ter fim).
Honesto um filme que mostra os erros dos dois lados e que apresenta um drama bem desenvolvido.
Quero assistir.
Bjs Luli
https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

Hugo disse...

Luli - O filme aborda de forma imparcial o conflito na região.

Bjs

Liliane de Paula disse...

Um filme baseado em conflitos reais pode ser interessante de se conhecer.
De fora tenho impressão que os Palestinos são mais violentos, intransigentes.
Mas mesmo numa situação de conflitos, relações de amizades existem.
Não conheço os atores.

Hugo disse...

Liliane - É um conflito tão complicado que os dois lados cometem erros. Uma situação que aparentemente jamais terá fim.