domingo, 14 de outubro de 2018

Radius

Radius (Radius, Canadá, 2017) – Nota 7
Direção – Caroline Labreche & Steeve Leonard
Elenco – Diego Klatenhoff, Charlotte Sullivan, Brett Donahue.

Um sujeito (Diego Klatenhoff) acorda na beira de uma estrada sem lembrar o próprio nome. Ao mexer em seus documentos, ele descobre se chamar Liam e percebe que sofreu um acidente de automóvel. 

Ao voltar para o endereço que consta em seus documentos em busca de pistas, Liam encontra uma garota (Charlotte Sullivan) que também sofre de amnésia. 

Para deixar a situação ainda mais estranha, cada vez que Liam se afasta da garota e chega perto de outra pessoa, esta morre de forma instantânea. Os dois desconhecidos precisam descobrir o que aconteceu e o que fazer para resolver a situação. 

Esta produção canadense de baixo orçamento começa deixando a impressão de que seria mais um filme sobre apocalipse, porém o desenrolar da trama segue o caminho de uma ficção em que as respostas estão nos próprios protagonistas. 

O desespero do protagonista ao descobrir que se tornou uma ‘arma de matar” resulta em algumas boas cenas de suspense. O criativo roteiro leva ainda a história a uma sinistra reviravolta no final. 

É uma boa surpresa para quem gosta de ficção B. 

5 comentários:

Luli Ap disse...

Olá Hugo
Roteiro criativo e plot twist sinistro me deixaram curiosa.
Vou anotar aqui.
Bjs Luli
https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

Liliane de Paula disse...

Gostei de sua resenha e o filme parece interessante, Hugo.
Anotado.

Estou a procura do "O salão de Jimmy". Já assistiu?

Vou agora vê mais uns capítulos de Bordertown e de Ozark.

Hugo disse...

Luli - Gostei bastante do filme. Foi uma boa surpresa.

Liliane - Não vi este filme ainda.

Bjs

Marília Tasso disse...

Me interessei, coloquei na lista e em breve assistirei.

Hugo disse...

Marília - É uma ficção B bem interessante.