quinta-feira, 22 de março de 2018

Um Misterioso Assassinato em Manhattan

Um Misterioso Assassinato em Manhattan (Manhattan Murder Mistery, EUA, 1993) – Nota 7
Direção – Woody Allen
Elenco – Woody Allen, Diane Keaton, Alan Alda, Anjelica Huston, Jerry Adler, Lynn Cohen, Ron Rifkin, Zach Braff.

O casal Larry (Woody Allen) e Carol (Diane Keaton) mora em um belo apartamento em Manhattan. Num certo dia, eles cruzam no elevador com um casal mais velho (Jerry Adler e Lynn Cohen) que os convida para um café no apartamento deles. 

Alguns dias depois, a mulher morre repentinamente de um ataque cardíaco. O que seria uma morte por causas naturais, Carol passa a desconfiar de assassinato ao encontrar o viúvo todo sorridente na porta do edifício. Ela decide seguir o sujeito e descobre que ele tem uma amante. Carol convence o marido e um amigo (Alan Alda) a ajudá-la na investigação. 

O roteiro escrito como sempre por Woody Allen cria uma espécie de paródia e homenagem aos filmes policiais do anos quarenta e cinquenta, inclusive com uma sequência em meio a espelhos dentro de um cinema que lembra “A Dama de Shangai” e uma outra cena em que os personagens assistem a “Pacto de Sangue”. 

A proposta funciona para quem entrar na brincadeira. Como opinião pessoal, a personagem de Diane Keaton me pareceu irritante demais. Assim como Woody Allen que sempre interpreta o sujeito cínico e falador, que solta piadas intelectuais, Diane Keaton geralmente vive personagens teimosas. Por mais que concorde que ela seja uma boa atriz, por outro lado não consigo ter simpatia por seus papéis. 

Como ocorre em praticamente todos os filmes de Woody Allen, esta é uma obra indicada para seus fãs.

4 comentários:

Luli Ap disse...

Olá Hugo
Sabe sempre gostei dos filmes do Woody Allen, mas tenho achado um pouco repetitivo.
Esse ainda não assisti, gosto de investigativos, então acho que deve ser interessante especialmente pelas referências a outros filmes.
Vou anotar a indicação.
Bjs Luli
https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

Hugo disse...

Luli - Os filmes do Woody Allen seguem geralmente a mesma fórmula. Alguns são mais agradáveis por causa do carisma de personagens ou pela qualidade dos diálogos.

Este que eu comentei fica na média das obras do diretor.

Bjos

Liliane de Paula disse...

Já vi esse filme faz muito tempo.
Gosto muito dos filmes dele com raras excessões.
Acho que tem um humor refinado.
Não gosto de comédias.


Ler essas postagens e comentar estão sendo um sacrifício.
O computador trava todo instante.

Hugo disse...

Liliane - Também gosto dos filmes de Woody Allen.