segunda-feira, 16 de maio de 2011

Brincando de Seduzir


Brincando de Seduzir (Beautiful Girls, EUA, 1996) – Nota 7,5
Direção – Ted Demme
Elenco – Timothy Hutton, Lauren Holly, Mira Sorvino, Uma Thurman, Matt Dillon, Michael Rapaport, Natalie Portman, Noah Emmerich, Max Perlich, Annabeth Gish, Rosie O’Donnell, Puitt Taylor Vince.

Existem filmes que começam devagar parecendo que nada vai acontecer, mas que aos poucos a simpatia dos personagens e as situações bem próximas da realidade levam o espectador a uma agradável surpresa. Este ótimo drama com pitadas de romance dirigido pelo sobrinho de Jonathan Demme ("O Silêncio dos Inocentes"), o precocemente falecido Ted Demme, é um exemplo de como se pode fazer cinema de qualidade com atores interpretando personagens comuns. 

O longa começa com o pianista Willie (Timothy Hutton) voltando para sua cidade natal após perceber que fracassou no sonho de ter sucesso na cidade grande. Mesmo namorando a bela advogada Tracy (Annabeth Gish), ele está em dúvida em casar e principalmente em que caminho seguir na vida, sua volta a pequena cidade é uma de tentar se reencontrar. 

No retorno, Willie encontra os velhos amigos e a cidade da mesma forma que no passado. Seu melhor amigo é Tommy (Matt Dillon), que trabalha com um caminhão limpando neve e está dividido entre a esposa (Mira Sorvino) e a amante (Lauren Holly). Os outros dois colegas são o eterno adolescente Paul (Michael Rapaport) e o certinho Michael (Noah Emmerich) que tenta se mostrar feliz, mas sofre com as dificuldades do casamento e da vida. A novidade que surge na vida de Willie é o flerte proibido com sua vizinha Marty (Natalie Portman), uma garota de treze anos. 

A história se desenvolve mostrando como estes amigos na faixa dos trinta anos ainda vivem e tem dúvidas como adolescentes, dando ênfase ainda a importância das mulheres na vida de cada um, sendo elas as lindas mulheres do título original. 

O simpático elenco tem vários destaques, com Timothy Hutton mostrando que é um bom ator quando escolhe bem o papel, a jovialidade de Natalie Portman e ainda Rosie O’Donnell como a amiga de todos que não tem papas na língua. 

Para finalizar, a deliciosa trilha sonora completa o filme, tendo como destaque a canção “Sweet Caroline” de Neil Diamond, que é cantada num dos grandes momentos do filme. 

7 comentários:

Fábio Mariz disse...

Oie Sou Fábio Mariz do BLOG => Mariz.Moda , olhando aqui uns blogs, encontrei o seu, adorei assim que vi seu blog e já estou seguido, visite o nosso e seja um seguidor.

#ABRAÇOS

(http://www.marizmoda.blogspot.com)
Siga-nos no twitter:
@FabioMarizReal & @MarizModa

Amanda Aouad disse...

É, me pareceu simpático mesmo.

bjs

Anônimo disse...

Filme Online Free doar pe

http://www.filme-xlino.com/
fee movie online

Ana disse...

Oi Hugo,
Eu gosto de filmes assim. É ainda mais interessante qdo começam sem muitas expectativas e depois surpreendem.
Ah, Niel Diamond tem uma voz linda. Tem uma música dele que curto demais. *.*
Bjs ;)

Hugo disse...

Fábio - Valeu pela visita, irei conhecer seu blog em seguida.

Amanda - Bem simpático por sinal.

Ana - O filme é bem interessante e a música é perfeita também.

Abraço a todos

renatocinema disse...

Simpático e com trilha sonora mágica eu diria.

Amo o charme desse filme.

Hugo disse...

Renato - Concordo, é um pequeno filme simpático com um bela trilha sonora.

Abraço