segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Em Nome do Pai


Em Nome do Pai (In the Name of Father, Irlanda / Inglaterra, 1993) – Nota 8
Direção – Jim Sheridan
Elenco – Daniel Day Lewis, Pete Postlethwaite, Emma Thompson, John Lynch, Corin Redgrave, Tom Wilkinson.

Neste início de ano o cinema perdeu o ótimo ator inglês Pete Postlethwaite, que iniciou sua carreira no teatro nos anos setenta e depois seguiu para o cinema onde trabalhou em diversos filmes como "Alien 3", "Os Suspeitos" e o recente "A Origem". Como homenagem eu escrevo sobre o filme onde ele concorreu ao Oscar de Ator Coadjuvante, o ótimo "Em Nome do Pai".

Em 1974 um atentado a bomba do grupo separatista IRA mata algumas pessoas num pub em Londres, o que  causa uma forte pressão sobre as autoridades para prender os responsáveis. Esta pressão faz com que polícia prenda o pequeno delinqüente irlandês Gerry Conlon (Daniel Day Lewis) e mais três amigos. Além disso, a polícia prende também o pai de Gerry, Giuseppe (Pete Postlethwaite) que tentava ajudar o filho. O grupo acaba condenado injustamente, com base apenas nas confissões conseguidas pela polícia após dias de espancamento e tortura dos rapazes. Anos depois, após receber um apelo de Giuseppe que está doente, a advogada Gareth Pierce (Emma Thompson) tenta reabrir o caso e descobre os absurdos do processo. 

Este grande filme de Jim Sheridan é baseado em fatos reais e mesmo que a transposição da história para o cinema tenha alterado algumas situações (pai e filho nunca dividiram a mesma cela por exemplo), não tira a força da história, que ainda é valorizada pelas grandes interpretações do trio principal. Por sinal, Daniel Day Lewis é um ator de poucos filmes, excluindo seus trabalhos para tv, são menos de vinte longas em trinta anos de carreira e praticamente todos papéis memoráveis. Como curiosidade, Day Lewis e Sheridan fizeram juntos ainda “Meu Pé Esquerdo” e “O Lutador”.

10 comentários:

Jenifer Torres disse...

Perder um ator talentoso sempre é bastante lamentável. Obrigada, Pete:a sétima arte agradece.

Amanda Aouad disse...

Nem tinha visto que Pete Postlethwaite tinha ido embora, uma pena. Ironico que seu último papel tenha sido moribundo em cima de uma cama. Boa homenagem com esse grande filme.

bjs

Ygor Vinicius disse...

Oi, sou o Ygor vinicius do Blog Brindes do Ygor.

Adorei o seu blog.

Gostaria de saber se podemos ser parceiros, se você quiser, entre no link abaixo e adicione o meu banner.
Depois que você adiconar meu banner me manda um email ou entre no meu blog e deixe um comentário me avisando, que eu vou colocar seu banner lá tambem.
Sua parceira é muito importante para mim.

http://brindesdoygor.blogspot.com/p/link-me_11.html

LuEs disse...

Eu estou muito ansioso para assistir a esse filme, ainda não tive oportunidade de vê-lo, espero baixá-lo logo.

Correção: o filme é de 1993, não de 2003.

Hugo disse...

Jenifer - É outro grande ator que se foi.

Amanda - Ainda não conferi este último trabalho.

Igor - Irei visitar seu blog.

Luís - Valeu pelo aviso, acabei digitando errado o ano da produção.

Abraço a todos

Jack, The Ripper disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jack, The Ripper disse...

Uma pena a morte deste talentoso ator, ele fazia seus bons filmes.

James Lee disse...

Gosto de Daniel Day Lewis, e ainda não vi o filme citado. Realmente, é uma pena a morte de Pete ...

KA disse...

Filmaço! Um daqueles clássicos que precisam ser vistos e revistos.
Grandes atores, inclusive Pete Postlethwaite. Uma grande perda para o cinema...
Feliz ano novo!

Hugo disse...

Jack - Infelizmente chegou a hora deste bom ator partir.

James - Daniel Day Lewis é um dos melhores atores de sua geração.

Ka - Um ótimo ano novo para vc tb!

Abraço a todos