sexta-feira, 13 de abril de 2018

Inverno Rigoroso & Walking Out


Inverno Rigoroso (Edge of Winter, Canadá / EUA, 2016) – Nota 6
Direção – Rob Connolly
Elenco – Joel Kinnaman, Percy Hynes White, Tom Holland, Rachelle Lefevre, Rossif Sutherland, Shiloh Fernandez, Shaun Benson.

Numa pequena cidade do Canadá, Elliott (Joel Kinnaman) é um sujeito desempregado e divorciado. Em um final de semana, sua ex-esposa deixa os dois filhos adolescentes (Percy Haines White e Tom Holland) aos seus cuidados. Tentando criar um laço, Elliott leva os garotos para uma região gelada e afastada para aprenderem a atirar. Um acidente deixa pai e filhos presos em meio ao frio, precisando encontrar um abrigo. 

Os pontos altos do filme são a premissa que foca na desconfortável relação entre pais e filhos adolescentes que não convivem e nas belas paisagens naturais da floresta gelada. O drama funciona até a metade do longa, mas infelizmente a parte final se transforma num suspense com toques de loucura. A atuação do canastrão Joel Kinnaman entrega rapidamente o que iria acontecer. 

Vale citar a participação do então desconhecido garoto Tom Holland, que em seguida foi escolhido para viver o Homem-Aranha na recente versão do personagem. 

Fica claro que o material tinha potencial para um filme bem melhor. 

Walking Out (Walking Out, EUA, 2007) – Nota 6
Direção – Alex Smith & Andrew J. Smith
Elenco – Matt Bomer, Josh Wiggins, Bill Pullman, Alex Neustaedter.

Depois de um ano vivendo no Texas com a mãe, o adolescente David (Josh Wiggins) vai para o Alasca reencontrar o pai Cal (Matt Bomer). Não demora para as diferenças virem à tona. Cal deseja e consegue levar o filho para caçar em uma montanha gelada e isolada. Mais para agradar ao pai do que por vontade própria, o urbano David aceita enfrentar a aventura. Uma fato inesperado ocorre e o dois precisarão lutar contra a natureza para sobreviver. 

O filme foca na sua primeira parte nas diferenças entre pai e filho e na sua metade final tem como ponto principal o drama pela sobrevivência. Os diretores inserem ainda flashbacks onde o pai conta para o filho sua relação com o avô (Bill Pullman), quando este o ensinou a caçar. 

É uma pena que a narrativa seja arrastada. O dramas dos protagonistas e as belas paisagens naturais são pouco para manter o interesse na história.

4 comentários:

Luli Ap disse...

Olá Hugo
Gostei da premissa de Inverno rigoroso, pena que a parte final se transforma num suspense com toques surreais, mas mesmo assim fiquei instigada e vou dar uma chance ao filme.
Pena que Walking out tem a narrativa arrastada, fiquei curiosa para saber o que acontece para eles terem que lutar contra a natureza para sobreviver

Excelente fds pra ti e todos aí
Bjs Luli
https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

Hugo disse...

Luli - O melhor nos dois filmes são as paisagens naturais.

Bjos

Liliane de Paula disse...

Achei bem interessante as suas 2 resenhas e fiquei com vontade de v~e o filme.
O filme com essa paisagem inóspita que vi foi o chatíssimo "O regresso".
Não gosto de histórias com impossíveis sendo possíveis.
Vou anotar.
O Mr Piracy, as vezes funciona direitinho.

Tom Hollander, o novo Homem Aranha é adolescente ainda?

Hugo disse...

Liliane - São filmes no máximo razoáveis.