segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

A Volta ao Mundo em 80 dias (1956 e 2004)

Desta vez estou escrevendo sobre duas adaptações para o cinema do clássico de Jules Verne. A primeira e original é um clássico vencedor do Oscar e recente refilmagem é um longa com a cara do astro Jackie Chan. Diversões diferentes, para públicos diferentes.

A Volta ao Mundo em Oitenta Dias (Around the World in Eighty Days, EUA, 1956) – Nota 8
Direção – Michael Anderson
Elenco – David Niven, Cantinflas, Shirley MacLaine, Robert Newton, Joe E. Brown, Noel Coward, John Gielgud, Cedric Hardwicke, John Carradine, Marine Carol, Marlene Dietrich, Cesar Romero, Ava Gardner, Charles Boyer, Peter Lorre, Trevor
Howard, Frank Sinatra.

O milionário Phileas Fogg (David Niven) é um sujeito extremamente pontual e freqüentador de um clube da elite inglesa. Durante uma discussão, ele afirma que poderá dar a volta ao mundo em oitenta dias com os meios de transporte da época, o que é rechaçado pelos companheiros de clube e daí surge uma aposta. Phileas começa a viagem e leva consigo seu criado Passespartout (Cantinflas) e juntos viajarão por Espanha, Indía, China e EUA, enfrentandos os perigos destes países e ainda a perseguição do Inspetor Fix (Robert Newton), que suspeita que Fogg foi o responsável pelo roubo ao Banco da Inglaterra.

Este bom filme de aventura foi a surpresa do Oscar na época, ao vencer cinco prêmios, entre eles de Melhor Filme derrotando clássicos como “Os Dez Mandamentos” e “Assim Caminha a Humanidade”. O interesse da história está em mostrar diversas partes do mundo e fazer a dupla principal participar de situações sobre a cultura do país, como as touradas na Espanha ou velho oeste nos EUA.

Um ótima adaptação do livro Jules Verne e com boas atuações do inglês David Niven e do grande astro mexicano Cantinflas.

A Volta ao Mundo em 80 Dias (Around the World in 80 Days, EUA, 2004) – Nota 7
Direção – Frank Coraci
Elenco – Jackie Chan, Steve Coogan, Cécile de France, Jim Broadbent, Ian McNeice, Karen Mok, Ewen Bremmer, Arnold Schwarzenegger, Maggie Q, Sammo Hung, Rob Schneider, Frank Coraci, Luke Wilson, Owen Wilson, Mark Addy, John Cleese, Will Forte, Kathy Bates.

O inventor inglês Phileas Fogg (Steve Coogan) é desafiado pelo Ministro da Ciência (Jim Broadbent) a dar a volta ao mundo em 80 dias e aceita, levando consigo Passepartout (Jackie Chan), um chinês que roubou um objeto do Banco da Inglaterra e se passa por francês para fugir da polícia e de um grupo de vilões que querem o objeto de volta. Este é o início de uma viagem que passará por Paris, onde a bela Monique La Roche (Cécile de France) se junta dupla e segue pela Turquia, Índia, China e EUA, até voltar ao Reino Unido.

Baseado livremente no livro de Jules Verne, a história foi remontada para ter o personagem de Chan como principal, criando um gancho para trocar a nacionalidade e diferente da versão de Michael Anderson, aqui o ponto principal é a ação ao estilo Jackie Chan, como muitas lutas e coreografias extremamente bem feitas, mas que foge ao espírito do livro.

Outros destaques são as participações especiais de vários astros, como Schwarzenegger no papel de um rei, os irmãos Wilson no papel dos Irmãos Wright (inventores do avião) e outros como Sammo Hung, Rob Schneider e John Cleese.

O filme perde em relação ao original no roteiro remendado, na direção de Frank Coraci (sujeito que dirigiu os piores filmes de Adam Sandler) e no perdido e apagado Steve Coogan como Phileas Fogg, que não chega aos pés do grande David Niven.

No geral, é um filme legal para quem gosta de Jackie Chan, mas sem maiores pretensões.

5 comentários:

Red Dust disse...

Vi o mais antigo. Não é um super-filme (é na parte dos actores que vão aparecendo) mas segue-se bem. Não tive a paciência de ver o mais recente...

Quanto ao nosso futebol, tiraram-nos um dos motivos de conversa. O Keirrison. Não deixa saudades. Talvez precise de uma equipa mais pequena, a Fiorentina pode ser o ideal para ele.

Boa novela a do Kléber com o Porto. Vem, não vem. Está contratado, não está. Em Portugal é conhecido como um jogador problemático. Só o confirmou... :)

Abraço.

kah disse...

Considero as 2 versões bastante fracas. Prefiro a minissérie produzida em 1989 e protagonizada por Pierce Brosnan e Eric Idle.

http://cinemaemdvd.blogspot.com/

Hugo disse...

Red - O original é bem melhor, com destaque para os astros em pequenas participações.

Kah - A minissérie eu ainda não assisti.

Abraço

Dan disse...

Oi Hugo,

Assisti aos dois. O primeiro é maravilhoso e tenho em minha coleção particular. O segundo bem inferior, vale como aventura. As atuações de David Niven, Cantinflas e Shirley MacLaine, no primeiro, valem o filme.

Abraços

Wally disse...

Não vi o original, mas odiei a refilmagem. Cafona ao extremo.

Nota 4,0