domingo, 20 de maio de 2018

Terra Fria

Terra Fria (North Country, EUA, 2005) – Nota 7,5
Direção – Niki Caro
Elenco – Charlize Theron, Frances McDormand, Woody Harrelson, Sean Bean, Jeremy Renner, Richard Jenkins, Sissy Spacek, Michelle Monaghan, Rusty Schwimmer, Thomas Curtis, Elle Peterson, Brad William Henke, Linda Emond, Amber Heard, John Aylward, Xander Berkeley, Corey Stoll, Chris Mulkey.

Em 1989, Josey Aimes (Charlize Theron) abandona o marido violento e volta para a casa dos pais (Richard Jenkins e Sissy Spacek) em uma pequena cidade de Minnesota. 

O relacionamento complicado com o pai que não se conforma com a filha estar sozinha e ter um casal de filhos de pais diferentes, faz com que Josey aceite trabalhar em uma mina para conseguir seu próprio dinheiro. A mina é o local de trabalho das maioria dos moradores da cidade. 

Logo no primeiro dia ela percebe que terá de enfrentar algo que vai além do preconceito dos mineiros com as mulheres que trabalham no local. As piadas ofensivas, as brincadeiras exageradas, a falta de respeito e até o assédio sexual são práticas comuns na empresa. Quando Josey decide enfrentar o problema, a situação fica ainda pior. 

O roteiro cria uma obra de ficção utilizando como base um livro que conta a história real do primeiro processo de assédio sexual coletivo julgado nos Estados Unidos. Os personagens são fictícios e representam parte do que realmente ocorreu dentro da empresa. 

A diretora Niki Caro, dos recentes “McFarland dos EUA” e “O Zoológico de Varsóvia”, escolheu contar a história de uma forma até cruel. O sofrimento pessoal da protagonista é potencializado pelos abusos enfrentados dentro da mina, inclusive com algumas sequências revoltantes. 

É um filme feito para chocar o espectador.

2 comentários:

Luli Ap disse...

Pra chocar mesmo.
E tb refletir!
Além do perrengue pelo qual a protagonista está passando ainda ter que passar por assédio na única empresa que tem no local é puxado viu?
Fiquei curiosa que é baseado na primeira ação coletiva contra assédio.
Já anotei a indicação.
Bjs Luli

Hugo disse...

Luli - O filme retrata uma situação absurda. Um tema extremamente pesado.

Bjos