sábado, 31 de março de 2012

Fuga Alucinada

Fuga Alucinada (Dirty Mary Crazy Larry, EUA, 1974) – Nota 7
Direção – John Hough
Elenco – Peter Fonda, Susan George, Adam Roarke, Vic Morrow, Kenneth Tobey, Roddy McDowall.

O piloto Larry (Peter Fonda) e o mecânico Deke (Adam Roarke) sequestram a família de um gerente de supermercado (Roddy McDowall que não aparece nos créditos) para que este facilite o roubo de uma quantia que será usada para a dupla montar um carro para participar das corridas de Nascar. 

O plano começa a mudar durante a fuga, quando Mary (Susan George) que passou a noite com Larry, resolve se juntar a dupla. É o início de uma caçada pelas rodovias americanas, liderada pelo policial durão Everett Franklin (Vic Morrow). 

Famoso pelo sucesso de “Sem Destino”, Peter Fonda seguiu por boa parte da carreira interpretando papéis de personagens rebeldes, aqui num filme com estilo semelhante aos road movies clássicos da contracultura, como o original “60 Segundos” e o ótimo “Corrida Contra o Destino”. As cenas de perseguição são bem filmadas, longe dos exageros atuais, inclusive com uma sequência em que um helicóptero da polícia persegue o automóvel dos protagonistas. 

A curiosidade mórbida é que o ator Vic Morrow (pai da atriz Jennifer Jason Leigh) que participa desta sequência de perseguição, faleceu em 1983 num acidente de helicóptero durante as filmagens de “No Limite da Realidade”.

5 comentários:

J. BRUNO disse...

Tenho quase certeza que já o vi há bastante tempo atrás, mas não me lembro de quase nada de sua trama, preciso revê-lo....

disse...

Gosto de Peter Fonda em "Sem Destino", acho que vou apreciar também esta sua dica.
Abraços!

Gonga disse...

Só por Peter Fonda e Susan George já vale a pena ver este filme.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Valeu a dica, Hugo. Vou procurar assistir.

O Falcão Maltês

Hugo disse...

Bruno - Este filme já passou na tv naquelas sessões de madrugada.

Lê - Peter Fonda é um dos grandes rebeldes do cinema.

Gonga - Susan George teve bons papéis nos anos sessenta e setenta.

Antonio - Valeu pela visita.

Abraço a todos