quarta-feira, 28 de março de 2012

Rocky III - O Desafio Supremo

Rocky III – O Desafio Supremo (Rocky III, EUA, 1982) – Nota 7
Direção – Sylvester Stallone
Elenco – Sylvester Stallone, Talia Shire, Burt Young, Carl Weathers, Burgess Meredith, Mr. T, Tony Burton, Hulk Hogan.

Após derrotar Apollo “O Doutrinador” Creed (Carl Weathers) e se tornar Campeão Mundial, Rocky Balboa (Stallone) curte seu reinado morando em uma mansão com a esposa Adrian (Talia Shire) e seu filho, além de enfrentar lutadores fracos para manter seu título. 

Quando Rocky anuncia sua aposentadoria, é acusado por Clubber Lang (Mr. T) de ter medo de enfrentá-lo, já que ele seria o próximo desafiante. Acreditando que seria mais um vitória certa, Rocky aceita enfrentar o sujeito e acaba perdendo o título. Além disso acontece uma tragédia e Rocky entra em depressão, porém será ajudado por quem menos se podia esperar, seu antigo rival Apollo. 

Este terceiro filme da série continua a história de Rocky de uma forma esperada, mostrando que quando se chega ao topo e a pessoa começa a aproveitar as vantagens, acaba deixando de lado a determinação que o fez chegar lá. Isso fica claro no roteiro que mostra Rocky já como um astro, protagonizando comerciais e eventos de caridade, inclusive uma bizarra luta de exibição com um astro de luta-livre interpretado por Hulk Hogan. Lógico que o filme perde um pouco a força na utilização dos clichês de superação, que tentam igualar o impacto dos filmes anteriores sem o mesmo sucesso. Apesar deste detalhe, o filme fez grande sucesso nos cinemas.

7 comentários:

Alysson Mello disse...

Esse é o Rocky que menos gosto mas mesmo assim o filme não deixa a desejar, acho que a historia em si é boa, mas poderia ter sido melhor aproveitada! amo essa franquia, fez parte de minha infancia.

Gonga disse...

Amigo sou sincero, para mim o Rock I é uma obra prima, os restantes são muito entretenimento e pouca arte.

Amanda Aouad disse...

Esse e o quarto são bem fraquinhos mesmo. E ainda exageram no antagonista, inclusive com a morte de Mickey.

bjs

Luís disse...

Me lembro de ter assistido, há muito tempo, ao primeiro filme, mas não me recordo de nenhuma das continuações - acho, aliás, que nem tenho muito interesse em vê-las hoje, mas quem sabe eu faça, eventualmente, uma "Maratona Rocky".

Hugo disse...

Alysson - Considero um filme razoável, nada mais que isso.

Gonga - A força do primeiro filme é indiscutível.

Amanda - O quarto filme é mais fraco e tem um roteiro forçado.

Luís - Maratona Rocky...rs

Abraço

Gilberto Carlos disse...

Gosto muito dos filmes do Stallone, inclusive da saga Rocky, apesar dele ser muito criticado. Ainda bem que conseguiu dar a volta por cima com Os mercenários.

Hugo disse...

Gilberto - Apesar dos altos e baixos, Stallone fez bons filmes que divertem o fãs do gênero ação.

Abraço