terça-feira, 27 de março de 2012

Papillon

Papillon (Papillon, EUA / França, 1973) – Nota 8,5
Direção – Franklin J. Schaffner
Elenco – Steven McQueen, Dustin Hoffman, Victor Jory, Don Gordon, Anthony Zerbe.

Na década de trinta, o francês Henri “Papillon” Charriere (Steve McQueen) é condenado a prisão perpétua por um crime que alega não ter cometido. A justiça francesa envia Papillon para cumprir pena na temível “Ilha do Diabo”, uma prisão no meio da floresta da Guiana Francesa, local considerado à prova de fugas. 

Não se conformando com a situação, Papillon tem como único objetivo fugir do local a qualquer preço. Logo ele faz amizade com o falsário Louis Dega (Dustin Hoffman), que com sua habilidade para negociar, consegue produtos e favores dentro prisão. Os dois se completam, enquanto Papillon pensa em fugir, Dega o ajuda nos planos em troca de proteção, o problema é que várias das tentativas de fuga durante muitos anos falham, cada vez mais causando sofrimento e dor para a dupla. 

Este ótimo drama é baseado num livro do próprio Henri Charriere, que conta sua história de vida, porém existem várias dúvidas do que realmente ocorreu e até uma versão defendida por um historiador brasileiro de que Charriere fugiu e viveu seus últimos anos de vida em Roraima, utilizando outro nome, mas nada ficou provado. 

Além do ótimo roteiro do escritor Dalton Trumbo em parceria com Lorenzo Semple Jr., as interpretações de McQueen e Hoffman são fantásticas, enquanto o primeiro cria um personagem obcecado pela liberdade, o segundo é o apoio, mesmo que no fundo não acredite que possa fugir daquele inferno. 

Mudando o foco, é interessante analisar a carreira do falecido diretor Franklin J. Schaffner. Ele começou na tv nos anos cinqüenta e depois teve seu auge em quatro filmes produzidos em seis anos. De 1968 a 1973 ele dirigiu “O Planeta dos Macacos”, “Patton – Rebelde ou Herói?”, “Nicholas e Alexandra” e este “Papillon”. Após este quatro longas, seu único filme com algum destaque foi o drama “Os Meninos do Brasil” de 1978. 

6 comentários:

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Agora você jogou pesado, Hugo... rs... Esse filme é sensacional. Já o assisti umas três vezes. E vivas Steve McQueen!

Grande abraço,

O Falcão Maltês

Luís disse...

Está na minha lista há algum tempo, mas não o assisto não sei por que raios. Logo o vejo, espero.

Alysson Mello disse...

Quero ver esse filme! curto o trabalho do Dustin.

Emerson disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Emerson disse...

Papillon é um bom filme, porém se perde em alguns momentos, entretanto, o filme consegue terminar de maneira satisfatória com um final muito bonito!!!

Hugo disse...

Antonio - Steve McQueen era um grande nome para filmes de ação. Se vivesse nos dias de hoje seria um grandes astro do gênero.

Luís - Assista, é um ótimo filme.

Alysson - Além de Dustin, Steve McQueen era grande ator tb.

Emerson - É uma história de superação.

Abraço