quinta-feira, 8 de março de 2012

O Terceiro Homem

O Terceiro Homem (The Third Man, Inglaterra, 1949) – Nota 8,5
Direção – Carol Reed
Elenco – Joseph Cotten, Alida Valli, Orson Welles, Trevor Howard, Bernard Lee, Paul Horbiger, Ernst Deutsch, Siegfried Breuer, Erich Ponto, Wilfrid Hyde White.

No pós-guerra em Viena na Áustria, o escritor americano Holly Martins (Joseph Cotten) é convidado por um amigo para trabalhar na cidade, porém chegando ao local, Holly descobre que o amigo morreu em um suspeito atropelamento. 

Logo, o escritor entra em conflito com o oficial inglês Major Calloway (Trevor Howard) que acredita que o amigo de Holly estava envolvido em um esquema de corrupção na cidade. Não acreditando na teoria de Calloway, Holly resolve investigar e encontra a bela Anna (Alida Valli) que era amante de seu amigo, além de cruzar com estranhas figuras que contam histórias contraditórias sobre o acidente. 

Este ótimo suspense dirigido pelo inglês Carol Reed (“Trapézio”, “Nosso Homem em Havana”), acerta na utilização da cidade de Viena como cenário, ela que ainda estava em parte destruída após a guerra e também dividida por americanos, ingleses, russos e franceses, que discriminavam os austríacos e transformavam a cidade num local apropriado para a corrupção. 

O roteiro do escritor Graham Greene cria com perfeição uma trama de mentiras e interesses, repleta de personagens falsos, inclusive com um dupla de homossexuais enrustidos, fato curioso em relação à época em que o filme foi produzido. 

A melhor sequência é a perseguição final dentro dos esgotos de Viena, muito bem filmada num local bem diferente, que revela uma sensacional fotografia. 

O elenco é indiscutível, Joseph Cotten e Orson Welles que trabalharam juntos em nada menos que “Cidadão Kane”, novamente interpretam grandes papéis, tendo ainda bela italiana Alida Valli como interesse romântico e figura importantíssima na trama. 

A única coisa que parece envelhecida é a trilha sonora do maestro Anton Karas, que utiliza apenas uma cítara para pontuar o filme, que na minha opinião se torna um pouco repetitiva e até irritante, mas isso não tira a qualidade deste grande filme.

6 comentários:

Equipe UOPM disse...

Carol Reed é um diretor que trouxe bons filmes, deve ter feito algo interessante em O Terceiro Homem, vou anotar pra ver.

Hugo disse...

Equipe UOPM - O filme é tão bom, que existe um lenda que Orson Welles teria dirigido o filme, mas isso nunca foi confirmado.

Abraço

Jefferson Clayton Vendrame disse...

Eai Hugo, Blza?
Fantastico esse Post.
Esse filme é muito bom, atuações memoráveis,e trilha sonora pra lá de diferente, em alguns momentos lembra realmente os filmes de Hitchcock.

Grande Abraço

Hugo disse...

Jefferson - Ótima citação, realmente em alguns momentos lembra um filme de Hitchcock.

Abraço

Victor Ramos (Jerome) disse...

Grande clássico do noir que merece respeito, com certeza. Mas não considero ser um dos melhores - digo a nível de um pequeno TOP. Momentos geniais são constantes.

Injeção Cinéfila

Hugo disse...

Victor - É um grande filme.

Abraço