terça-feira, 27 de outubro de 2009

Um Golpe à Italiana & Uma Saída de Mestre

Este é um caso em que original e refilmagem praticamente se equivalem, apesar de algumas diferenças. O original leva um pouco de vantagem na questão do humor tipicamente inglês inserido na trama e a dupla de atores principais, o grande Michael Caine e o escritor Noel Coward. A refilmagem é um bom filme de ação que prende a atenção e que terá uma sequência lançada em breve.

Um Golpe à Italiana (The Italian Job, Inglaterra, 1969) – Nota 7
Direção – Peter Collinson
Elenco – Michael Caine, Noel Coward, Benny Hill, Raf Vallone, Tony Beckley, Rossano Brazzi, Maggie Blye

O ladrão inglês Charlie Croker (Michael Caine) arma um mirabolante plano para assaltar um banco e causas um congestionamento gigante na cidade de Turim, enquanto grande parte da população estará assistindo a uma partida de futebol entre Itália e Inglaterra. Para montar sua equipe ele acaba sendo patrocinado por um educado lorde inglês (Noel Coward) que está preso mas tem o hábito de financiar grandes roubos.

Deliciosa comédia que tem como destaques Michael Caine no papel de um ladrão esperto e educado que planeja o roubo do século e do escritor Noel Coward impagável como lorde corrupto, uma espécie de presidente da cadeia onde está “hospedado”. E como as boas comédias inglesas, esta brinca com o destino dos personagens e do produto do roubo, num final cheio de humor negro tipicamente inglês.

Uma Saída de Mestre (The Italian Job, EUA, 2003) – Nota 7
Direção – F. Gary Gray
Elenco – Mark Wahlberg, Charlize Theron, Edward Norton, Donald Sutherland, Jason Statham, Seth Green, Mos Def, Franky G, Boris Krutonog, Olek Krupa, Gawtti.

O especialista em roubos Charlie Croker (Mark Wahlberg) após um trabalho em Veneza é enganado pelo sócio Steve (Edward Norton) que foge com um cofre cheio de ouro. Para tentar recuperar o conteúdo do roubo e se vingar do ex-sócio, ele e sua quadrilha composta pelo especialista em computadores (Seth Green), o motorista habilidoso (Jason Stathan), o homem dos explosivos (Mos Def), um veterano arrombador de cofres (Donald Sutherland) e sua bela filha (Charlize Theron), armam um roubo onde planejam parar a cidade de Los Angeles com um gigantesco congestionamento.

Os destaques aqui são as perseguições nas mini-coopers e o clima de golpe infálivel. Além disso o elenco parece se divertir com a brincadeira, o que faz até o ótimo Edward Norton relaxar e ter uma atuação exagerada como o vilão.

4 comentários:

Luis Adriano disse...

Eu somente assisti ao remake e confesso que o achei bastante interessante. Não é um grande filme, mas certamente garante um bom tempo de entretenimento. Estou para revê-lo, pois quero conferir alguns antigos trabalhos da belíssima (feiíssima em Monster) Charlize Theron.

Hugo disse...

Luís - Charlize Theron é linda.
Ainda não assisti Monster.

Abraço

Fifeco disse...

Curiosamente, não gostei nem do filme original nem do remake mas considero o remake ainda pior.

Abraço

Hugo disse...

Fifeco - Eu gostei dos filmes, nada de excepcional, apenas diversão.

Abraço