terça-feira, 6 de outubro de 2009

Eu os Declaro Marido e... Larry

Eu os Declaro Marido e... Larry (I Now Pronounce You Chuck & Larry, EUA, 2007) – Nota 8
Direção – Dennis Dugan
Elenco – Adam Sandler, Kevin James, Jessica Biel, Dan Aykroyd, Ving Rhames, Steve Buscemi, Nicholas Turturro, Allen Covert, Rachel Dratch, Richard Chamberlain, Rob Schneider, Chandra West, David Spade, Matt Winston, Gary Valetine.

Nem sempre as comédias de Adam Sandler agradam, mas esta acerta em cheio no roteiro escrito pelo bom diretor Alexander Payne (“Sideways”) e principalmente pelo elenco de apoio e a química entre Sandler e Kevin James.

No filme os dois são bombeiros, Sandler é o mulherengo Chucky e Kevin James o viúvo com um casal de filhos chamado Larry e quando este necessita dar entrada no seguro social da esposa, descobre que perdeu o tempo e que precisaria casar novamente para receber a grana com rapidez. Sem ter uma pretendente, resolver convidar o amigo Chucky para se passar por seu noivo, formarem um casal gay e receber o dinheiro sem que ninguém saiba, mas como mentira tem perna curta, quando a história vaza é o início de uma sucessão de piadas e acontecimentos engraçados.

Sem dúvida um dos pontos altos são os coadjuvantes, com o veterano comediante Dan Aykroyd como o chefe dos bombeiros, Steve Buscemi como uma espécie de fiscal do governo para detectar falsos casais gays e o inacreditável Rob Schneider como um chinês que celebra casamentos.

Como curiosidade temos a participação do outrora galã Richard Chamberlaind, que apenas há poucos assumiu que é gay e provavelmente despedaçou o coração de suas antigas fãs.

Ótima comédia, degraus acima da maioria das produções do gênero atualmente.

12 comentários:

Red Dust disse...

Desta vez não concordo contigo, Hugo. Não pode ser sempre... :)

Vi uma comédia sem piada alguma. Ou com gags desengraçados. Ou com gags já gastos. Pouco se aproveita ali.

5/10.

Abraço.

Ricardo Martins disse...

Eu assisti esse filme e ri demais!!!
Achei super engraçado algumas cenas!
E uma boa comédia na minha opinião!
ABRAÇO

Hugo disse...

Red - Aqui os amigos podem discordar quando quiserem. Posso dizer que este filme seja então um "guilty pleasure".

Ricardo - Concordo com vc, gostou do humor politicamente incorreto.

Abraço

Wally disse...

Acho que o filme funciona até a metade. Depois, ele começa a se levar muito a sério e se torna hipócrita.

Nota 5.0

Pedro Tavares disse...

Ela tem seus bons momentos...hehehe

Fifeco disse...

É um filme interessante e diferente de facto. Joga com alguns esterótipos e uma realidade distinta e pouco conhecida dos US mas a verdade é que quanto a mim não passa de uma comédia regular. Sim, sabe bem vê-la mas não é nada de extraordinário.

Abraço

Rodrigo Mendes disse...

Hugo,

ainda não vi esse filme. Não por falta de oportunidade, mais é que achei a sinopse batida. Gosto do Alexander Payne, segundo você o filme é bacana então não custa conferir. Se o roteiro é do Payne...

Olha, mais na verdade os outros filmes com Sandler e o diretor Dungan são chatérrimos, como aquele lá do Baisebol.

Abraços.

Hugo disse...

Wally - A segunda metade cai um pouco, mas o filme é engraçado.

Pedro - Diversão descompromissada.

Fifeco - As vezes acabamos gostando de filmes que não são tãos bons.

Rodrigo - Concordo que os filmes de Sandler com Dennis Dugan são fracos, mas este além do bom roteiro de Alexander Payne, tem a favor o ótimo Kevin James que mais uma vez mostra ser muito engraçado, assim como no seriado "The King of Queens".

Abraço a todos

Dan disse...

Oi Hugo,

Esse filme é uma bobageira, mas super legal, daria também nota 8. Critica a sociedade americana e seus conceitos. O menino que faz balé e adora cozinhar é um barato. Grande lembrança.

Abraços

O Cara da Locadora disse...

Adoro o Buscemi tb, rs... Mas sobre o filme, é realmente muito bom e eu temia que descambasse para a homofibia e tá MUITO longe disso... Adorei...

Ciro Hamen disse...

Não imaginaria que este poderia ser um bom filme. Gosto do Adam Sandler, mas por essa eu não esperava. hehehe. Quando tiver a chance vou ver.

Abraços!

Hugo disse...

Dan - Você teve a mesma impressão que eu, apesar das bobagens, o filme é engraçado.

Cara da Locadora - Com certeza o roteiro de Alexander Payne foi o responsável por manter a graça em um certo nível de aceitação.

Ciro - É bom filme, até para quem não gosta de Adam Sandler.

Abraço