segunda-feira, 1 de outubro de 2018

Northfork

Northfork (Northfork, EUA, 2003) – Nota 6,5
Direção – Michael Polish
Elenco – James Woods, Nick Nolte, Duel Farnes, Daryl Hannah, Mark Polish, Graham Beckel, Peter Coyote, Jon Gries, Rick Overton, Ben Foster, Anthony Edwards, Robin Sachs, Marshall Bell, Kyle MacLachlan, Michelle Hicks, Claire Forlani, Clark Gregg.

Northfork, Montana, 1955. A pequena e isolada cidade está prestes a ser inundada em consequência da construção de uma barragem. 

Uma equipe de agentes contratados pela construtora trabalham para convencer os moradores a deixarem suas casas. Estes agentes precisam atingir uma meta para receberem como prêmio um lote de terras. 

Em paralelo, um padre (Nick Nolte) que administra o orfanato local, recebe de volta um garoto (Duel Farnes) que está doente e que foi renegado por seus pais adotivos. Uma terceira trama foca no sonhos do garoto doente, que imagina ser uma criança especial que é esperada por um estranho grupo de pessoas. 

O roteiro escrito pelos irmãos gêmeos Michael e Mark Polish lembra um pouco o estilo maluco de David Lynch. Muitas situações são estranhas, principalmente as sequências dos sonhos e a da casa que lembra a Arca de Noé, enquanto outras não tem uma explicação, ficando a cargo do espectador refletir sobre o que acabou de ver. 

Em momento algum vemos o sol, a fotografia explora o tempo nublado quase sem vida, semelhante a cidade que está prestes a morrer. 

O filme foi premiado no festival de Sundance na época, porém a carreira dos irmãos Polish jamais decolou. Eles continuam produzindo longas até hoje sem grande sucesso.

2 comentários:

Luli Ap disse...

Fiquei curiosa com a resenha
Apesar de algumas partes ter um tom meio surreal, vou levar a indicação.
Chocada que até agentes da construtora precisam alcançar metas!
Bjs Luli

Hugo disse...

Luli - É um filme bem estranho.

Bjs