sábado, 15 de maio de 2010

Mais Estranho que a Ficção

Mais Estranho que a Ficção (Stranger Than Fiction, EUA, 2006) – Nota 7,5
Direção – Marc Forster
Elenco – Will Ferrell, Emma Thompson, Maggie Gyllenhaal, Dustin Hoffman, Queen Latifah, Tom Hulce, Linda Hunt, Tony Hale.

O fiscal da receita federal Harold Crick (Will Ferrell) vive como um escravo do tempo, cronometrando todos os seus passos, para diariamente seguir uma rotina. Num certo dia as coisas mudam, logo pela manhã ele começa a ouvir a voz de uma mulher narrando sua vida e se desespera quando esta voz diz que ele irá morrer. Ao mesmo tempo a escritora Karen Eiffel (Emma Thompson) está tendo um bloqueio criativo, ficando sem saber como matar seu personagem Harold Crick no próximo livro.

A estranha situação faz Harold procurar ajuda com um especialista em literatura (Dustin Hoffman) para tentar descobrir de quem é a voz que narra sua vida e neste meio tempo ele se apaixona pela dona de uma padaria, Ana Pascal (Maggie Gyllenhaal) a quem deveria fiscalizar o estabelecimento. Ana tem uma personalidade totalmente oposta a Harold, é expansiva e procura seguir seus sentimentos, causando uma grande confusão na cabeça do sujeito.

O filme lembra um pouco “Adaptação” de Spike Jonze, onde realidade e ficção (história de um livro) se chocam.

Aqui a voz da escritora que Harold ouve é como sua consciência falando para ele viver, se libertar das amarras do tempo e de sua vida medíocre.

Como resultado temos um simpático e diferente misto de drama e comédia que se apoia no roteiro original e nas boas interpretaçõs elenco.

12 comentários:

Amanda Aouad disse...

Eu confesso que esperava bem mais desse filme, mas gostei muito da mistura e da interpretação de Emma Tompson. Aliás, vc viu em DVD? Nos extras tem a entrevista completa da personagem dela que aparece um pedaço no filme. É simplesmente hilária.

Jardel Nunes disse...

Filme muito bom... Will Ferrel está ótimo, assim como os demais, e o filme ainda tem um roteiro e uma direção muito interessantes e criativos...

Abraço, e parabéns pelo blog.

www.topangablog.blogspot.com

Mateus, O Indolente disse...

Gostei bastante desse filme. Filmes com premissas inusitadas quase sempre são bons. Eu achei interessante a atuação de Ferrel, que normalmente é um chato. Dessa vez ele surpreendeu.

Ah, no filme Estranha Família - aquele que citei lá no blog - Ferrel atua tão bem quanto nesse filme. São papéis bem parecidos.

Abraço.

Kahlil Affonso disse...

O filme me pegou de surpresa por sua originalidade... algo difícil de se encontrar hoje em dia nas comédias!

http://cinema-em-dvd.blogspot.com/

Marcio Melo disse...

Tá em minha lista de filmes a assistir. Quando eu conferir volto aqui e comento o que achei!

Cintia Carvalho disse...

Oi Hugo!

To de volta. Assim que vc puder veja sim "escritores da liberdade". É um dos melhores filmes que ja vi até hj. Excepcional e nos faz pensar mesmo que não queiramos. Eu o vi recentemente no HBO. Se vc tiver acesso a este canal, fique de olho, pois acredito que ele va passar varias vezes.

Quanto a seu texto, sou fã do Will Ferrel, embora não o considere um bom ator, ele é engraçado e seus filmes distraem. Este aqui eu não vi, mas, pela sua descrição vale a pena dar uma conferida. Sinceramente, preciso colocar minha filmografia em dia. Como fiquei um pouco afastada não consegui ver tantos filmes como gostaria.

Um beijinho e a partir de agora voltarei aqui com mais frequência.

Hugo disse...

Amanda - Eu assisti na tv a cabo, então não tive acesso a esta entrevista.

Jardel - Obrigado pelo elogio.
Aqui Will Ferrel mostrou que é um bom ator e pode fazer papéis que não sejam apenas para comédia.

Mateus - Valeu pela dica, vou procurar este "Estranha Família".

Kahlil - Você tem razão, é um filme que foge ao tipo de comédia padrão, que por sinal anda bem desgastado.

Marcio - OK, venha visitar sempre.

Cíntia - Já fui assinante da HBO e considero melhor canal de filmes, suas produções são sensacionais, mas no momento tenho apenas Telecine e outros canais comuns de tv a cabo.

Abraço a todos

Pedro Henrique disse...

Adoro o filme. Gosto muito da Emma Thompson, por isso sou até suspeito. Mas o filme na verdade é bom com ou sem ela - ela apenas o enriquece.

Abs!

Hugo disse...

Pedro - Tb gosto de Emma Thompson, ótima atriz.

Abraço

Wally disse...

Uma delícia esse filme. Original, inspirado e com ótimo elenco. [8,5]

Hugo disse...

Wally - Todo filme com história original merece ser visto.

Abraço

Anônimo disse...

esse é dahora