sábado, 8 de maio de 2010

Law & Order

Law & Order (EUA, 1990 a 2010)
Criador – Dick Wolf
Elenco Atual – Jeremy Sisto, Anthony Anderson, S. Epatha Merkerson, Linus Roache, Alana de la Garza, Sam Waterston.

Este premiado seriado está em sua vigésima temporada e segue firme e forte com uma legião de fãs. Os epísódios se dividem em duas pontas da mesma história: Na primeira parte a polícia investiga algum crime e apresenta o culpado a justiça, para que na segunda parte os promotores tentem obter a condenação.

A idéia do criador Dick Wolf foi um achado, apesar de simples, ele conseguiu misturar dois temas que agrada muito o público americano principalmente, a investigação policial e o mundo dos advogados. Antes desta série, outros duas criadas por Steven Bochco foram sucessos, a policial foi "Hill Street Blues" e L.A. Law sobre o mundo dos advogados. Acredito que serviram de inspiração para Wolf juntar os dois temas numa mesma série.

Nestes vinte anos o elenco teve diversas formações, tendo iniciado com George Dzundza e Chris Noth (O Mr. Big de ""Sex and the City) como os detetives e Dan Florek como o capitão. Por sinal, Florek que trabalhou em três temporadas, voltaria em 2000 em "Law & Order: SVU", um dos filhotes da série onde
atua até hoje. Os promotores eram Michael Moriarty e Richard Brooks, tendo como chefe Steven Hill, que ficou dez anos na série.

Nos anos seguintes trabalharam na série várias atrizes como promotoras, Jill Hennessy (que faria depois "Crossing Jordan"), a bela Carey Lowell e Angie Harmon, entre outras. Sam Waterston assumiu o papel de promotor em 1994 e está até hoje na série. Ele teve uma carreira interessante no cinema tendo feito "O Grande Gatsby" com Robertr Redford e "Setembro" com Woody Aleen, mas acabou seduzido pelo papel do promotor que tenta de tudo para condenar os acusados. Como chefe dos promotores, passaram também atores do calibre de Dianne Wiest e Fred Dalton Thompson.

Na minha opinião o grande personagem da série estava no elenco policial, o detetive Lennie Briscoe vivido por Jerry Orbach era extremamente carismático. O personagem era um ex-alcoólatra, que vivia sozinho, mas que soltava frases irônicas e piadas inteligentes, além da perspicácia em resolver os crimes sem apelar para a violência. Antes da série. Orbach foi coadjuvante em diversos filmes, geralmente como vilão, tendo seu principal papel como um assassino em "Crimes e Pecados" de Woody Allen. Orbach trabalhou na série de 1994 até 2004 quando faleceu. Durante este período ele teve três parceiros: Chris Noth, Benjamin Bratt e por último Jesse L. Martin. Quando Jerry Orbach faleceu, foi substituído por Dennis Farina que fica apenas duas temporadas. Hoje a dupla de detetives é vivida por Jeremy Sisto (de "A Sete Palmos) e Anthony Anderson (o Antwan Mitchell de "The Shield"). Outra personagem de destaque é a Tenente Anita Van Buren, interpretada por S. Epatha Merkerson, ela é a que mais apareceu em episódios, sendo personagem fixo desde 2004.

Sem dúvida um dos grandes trunfos do seriados são histórias extremamente bem amarradas, que vão desde assassinatos por motivo fútil, passando por crimes raciais, terrorismo, aborto, adoção, dinheiro, ou seja, todos os tipos de temas já foram utilizados nos roteiros, com uma qualidade que acaba prendendo a atenção e viciando quem começa a acompanhar a série.

Ela gerou alguns filhotes, como citei acima, tendo "Law & Order: SVU" como o melhor exemplo, tão boa quanto a original, ela foca um pouco mais na ação dos detetives. E outro exemplo é "Law & Order: Criminal Intent", que utiliza mais a psicologia na resolução dos crimes.

Indico a todos que gostem do tema policial/justiça para assistir a série, estou acompanhando temporadas antigas e confirmando a qualidade dos epísódios. Um exemplo de longevidade merecida.

2 comentários:

Nekas disse...

Não gosto muito desta série...

Abraço
Cinema as my World

Hugo disse...

Nekas - É uma pena, as histórias são muito boas.

Abraço