sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Apostando no Amor & Michael e Donna

Todo ano surgem vários diretores que parecem ter potencial para seguir uma carreira de sucesso, porém assim como em todos os segmentos, muitos ficam pelo caminho sem conseguir evoluir ou ainda acabam mudando de rumo.

Aqui eu destaco dois filmes da diretora Nancy Savoca, que apareceu no final dos anos oitenta com duas boas comédias românticas, dando a impressão de que poderia ter uma bela carreira, mas isso não aconteceu e depois de um terceiro filme acabou migrando para a tv onde dirigiu episódios de séries, não mais voltando ao cinema.

Apostando no Amor (Dogfight, EUA, 1991) - Nota 7
Direção – Nancy Savoca
Elenco – River Phoenix, Lili Taylor, Richard Panebianco, Anthony Clark.


Na noite antes de embarcarem para o lutarem na Guerra do Vietnã, um grupo de jovens recrutas vão a um bar para uma despedida e após iniciarem a bebedeira fazem uma aposta: Quem ficar com a garota mais feia é o vencedor. E por sinal o local está cheio delas.                                                                                                          

O que começa como comédia se transforma em drama quando o personagem do falecido River Phoenix se apaixona pela sua vítima, a personagem de Lili Taylor e no final da noite verá o quanto será difícil deixá-la para ir à Guerra.

Michael e Donna – Um Verdadeiro Amor (True Love, EUA, 1989) – Nota 6
Direção – Nancy Savoca
Elenco – Annabella Sciorra, Ron Eldard, Aida Turturro, Roger Rignack, Vicent Pastore.

A história se passa entre o noivado e os preparativos para o casamento de Michael (Ron Eldard) e Donna (Annabella Sciorra), um casal descendente de italianos. Enquanto planejam a festa, compram as alianças e  tudo o mais que é necessário, aparecem as dúvidas e os conflitos. De um outro Michael demonstra o medo de assumir um compromisso tão sério e do outro Donna se preocupa com a imaturidade do noivo. 

Este drama independente chamou a atenção pela história simples e realista, além da química entre o casal principal que estreava no cinema. Foi também a estréia no cinema da diretora Nancy Savoca. Nada de revolucionário, mas é um bom filme para descontrair e analisar as diferenças entre os casais.

3 comentários:

Clenio disse...

Eu lembro de ter assistido a "Apostando no amor" há muitos anos e ter gostado bastante. A história é delicada e River Phoenix faz uma baita falta.

Abraços
Clênio
www.lennysmind.blogspot.com
www.clenio-umfilmepordia.blogspot.com

alan raspante. disse...

Não conhecia os dois filmes, muito menos a diretora Nancy Savoca, estranho né ? Ter uma carreira promissora no cinema e depois de um fracasso, sumir ? Estranho demais.
Enfim, vou tentar ver os dois, gostei bastante da história!

Abs

Hugo disse...

Clenio - River Phoenix era um ótimo ator, pena que teve uma vida muito curta.

Alan - São vários exemplos de diretores e atores que aparentam ter talento, mas acabam não vingando.

Abraço a todos