sábado, 4 de setembro de 2010

Velozes e Furiosos: Desafio em Tóquio


Velozes e Furiosos: Desafio em Tóquio (The Fast and the Furious: Tokyo Drift, EUA / Alemanha, 2006) – Nota 5,5
Direção – Justin Lin
Elenco – Lucas Black, Bow Wow, Nathalie Kelley, Brian Goodman, Sung Kang, Brian Tee, Sonny Chiba, Vin Diesel.

O jovem Sean Boswell (Lucas Black) adora corridas de carro clandestinas e em umas delas acaba participando de um grande acidente. Para não ser preso, a mãe envia o jovem para morar com o pai no Japão. Mesmo do outro lado do planeta, ela rapidamente se envolve novamente com carros tunados e corridas clandestinas, se misturando com mafiosos japoneses e se aproximando da namorada de um deles, a bela mestiça Neela (Nathalie Kelley). 

Esta terceira parte não tem ligação alguma com os outros filmes da série, exceto pela pequena participação de Vin Diesel. O que continua igual são os carros envenenados e as perseguições cada vez mais rápidas e com cara de videogame. O primeiro longa tinha uma boa história por trás das cenas de ação, mas a sequência e este terceiro filme se apóiam apenas  nas cenas de perseguição, em roteiros fracos e cheios de furos. Um diferencial aqui é a locação em Tóquio e as corridas onde os carros devem deslizar nas curvas, estilo bem diferente das corridas ocidentais. Fora isso, vale apenas para os apreciadores de carros. 

5 comentários:

alan raspante. disse...

Eu não gosto muito de "Velozes e Furiosos", mais eu vi os três filmes, mesmo este sendo o mais fraco foi o que eu mais gostei, não explicar o motivo, acho que era porque não tinha Diesel, que é um ator que eu não aturo....

pseudo-autor disse...

Achei esse o que menos me impactou. Senti falta do elenco original. De válido só as cenas de corrida mesmo!

Cultura na web:
http://culturaexmachina.blogspot.com

Hugo disse...

Alan - Não tenho nada contra Vin Diesel, mesmo ele sendo um ator fraco. Este terceiro filme vale apenas pelas cenas de corrida.

Pseudo-ator - O melhor com certeza é o original.

Abraço

Mateus Souza disse...

Não me identifico com o tema - esse negócio de carros envenenados não é bem comigo, hehe. Da franquia, foi o único que assisti. Dá pra assistir sem compromisso, mas deve funcionar melhor pra quem curte o tema.

Abraço.

Hugo disse...

Matheus - Tb não sou fã de carros, mas o filme original era legal, com uma boa trama policial tb.

Abraço