quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Estranhos Invasores & Invasores de Marte

Estranhos Invasores (Strange Invaders, EUA, 1983) – Nota 6
Direção – Michael Laughlin
Elenco – Paul LeMat, Nancy Allen, Diana Scarwid, Michael Lerner, Louise Fletcher, Kenneth Tobey, June Lockhart, Wallace Shawn, Fiona Lewis, Dey Young, Jack Kehler.

Invasores de Marte (Invaders from Mars, EUA, 1986) – Nota 4
Direção – Tobe Hooper
Elenco – Karen Black, Hunter Carson, Timothy Bottoms, Louise Fletcher, Laraine Newman, James Karen, Bud Cort, Eric Pierpoint.

Estas duas produções dos anos oitenta bebem na fonte dos filmes de ficção dos anos cinquenta, onde invasores alienígenas eram os grandes vilões do gênero e algumas vezes até eram usados como instrumentos de propaganda do governo americano para mostrar como a América poderia ser invadida, sendo que na época os inimigos eram os comunistas, ou seja, uma grande paranóia.

O filme "Estranhos Invasores" começa em 1958 quando alienígenas invadem uma pequena cidade do interior dos EUA e substituem os humanos por clones. Depois de trinta anos um professsor (Paul LeMat) retorna a cidadezinha para procurar sua ex-esposa (June Lockhart) que desapareceu. Por um acaso ele descobre que a cidade foi tomada pelos invasores e procura ajuda com uma repórter sensacionalista (Nancy Allen de “Robocop”) que no início não acredita, mas depois acaba ajudando o professor.

Esta ficção alterna altos e baixos, com um ótimo clima de paranóia e ao mesmo tempo algumas cenas descartáveis. O diretor deu o papel de líder dos invasores ao veterano Kenneth Tobey como uma homenagem, já que ele trabalhou em vários filmes de ficção, inclusive tendo estrelado o clássico “O Monstro do Ártico”, filme em que John Carpenter se baseou para fazer “O Enigma do Outro Mundo”.

O longa "Invasores de Marte" também se passa numa pequena cidade dos EUA, onde cai uma espécie de estrela cadente seguida de uma explosão e na manhã seguinte o garoto David (Hunter Carson) percebe que seu pai (Timothy Bottoms) está agindo de forma estranha, além de ter um furo na nuca. Mesmo desconfiado ele vai para a escola e lá acontece o mesmo com sua severa professora (Louise Fletcher). O garoto consegue ajuda da enfermeira da escola (Karen Black, sua mãe na vida real) para fugir, mas os dois acabam sendo perseguidos pelos humanos, que na realidade foram possuídos pelos marcianos.

Esta refilmagem de um longa de mesmo nome dirigido por William Cameron Menzies, foi mais uma bola fora do diretor Tobe Hooper que fez fama com “O Massacre da Serra Elétrica” e “Poltergeist”, teve a chance e o dinheiro para fazer um grande filme em “Força Sinistra” mas não conseguiu e após este longa nunca mais acertou a mão. Este “Invasores de Morte” tem bons nomes no elenco, mas com péssimas atuações, além de gente do porte de Stan Winston e John Dykstra na parte técnica, mas nem mesmo isso pode salvar o filme.

4 comentários:

Gabriel Leite disse...

Uii... Eu corro de ficção científica!
Mas corro mesmo. Passo longe!

- cleber ! disse...

Porque Gabriel ? Eu acho, as ficções as experiências mais emocionantes, claro quando bem feitas !

Kau disse...

Eu chorei vendo Invasores de Marte...

... de rir!!!!!!!!!!

Abração!

Hugo disse...

Gabriel - O gênero é um ótimo, tem grandes filmes.

Cléber - Mesmo alguns títulos pequenos e um pouco vagabundos acabam tendo idéias interessantes.

Kau - É incrível como Tobe Hooper se afundou na carreira fazendo filmes como este.

Abraço