segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Uma Equipe Muito Especial & Armas e Amores








Uma Equipe Muito Especial (A League of Their Own, EUA, 1992) – Nota 7
Direção – Penny Marshall
Elenco – Tom Hanks, Geena Davis, Madonna, Lori Petty, Jon Lovitz, Bill Pullman, David Strathairn, Garry Marshall, Rosie O’Donnell, Tracy Reiner, Bitty Schram, Don Davis, Ann Cusack.

Armas e Amores (Swing Shift, EUA, 1984) - Nota 6
Direção – Jonathan Demme
Elenco – Goldie Hawn, Kurt Russell, Christine Lahti, Ed Harris, Fred Ward, Sudie Pond, Holly Hunter, Charles Napier, Roger Corman.

Durante a 2º Guerra Mundial grande parte dos homens adultos foram para o front, o que causou um grande falta de mão-de-obra nas fábricas e nos esportes, com isso muitas mulheres sairam de casa e tomaram os lugares dos maridos. Este fato é o tema principal destes dois bons filmes.

O filme "Uma Equipe Muito Especial" mostra quando um industrial (Garry Marshall) tem a idéia de montar um liga de baseball feminina e um dos times que acaba sendo formado tem duas irmãs (Geena Davis e Lori Petti) sendo treinadas por um ex-astro do esporte (Tom Hanks), hoje um alcoólatra que pouca se importa com o jogo, principalmente em se tratando de mulheres, e que aceitou o emprego apenas pelo dinheiro.

O filme que começa como uma comédia ligeira, se torna sério quando resolve tocar na questão do preconceito, que junto com os problemas financeiros da época podem ser fatores para o cancelamento da liga. Diversão passageira, misto de comédia e drama, por sinal uma especialidade da diretora Penny Marshal, que se apoia no ótimo elenco que consegue ser engraçado nas várias cenas de jogos e ao mesmo sério no dramas das jogadoras. Destaque para Tom Hanks no papel do treinador bêbado, obeso e relaxado.

Já "Armas e Amores" se passa em uma fábrica onde a dona de casa Kay (Goldie Hawn) e a dançarina Hazel (Christine Lahti), juntas com outra mulheres que nada conhecem sobre o assunto, resolvem trabalhar como operárias para substituir os maridos que estão na Guerra.

Confusões, dramas, infidelidade e histórias de amor se cruzam neste trabalho apenas mediano do bom diretor Jonathan Demme ("O Silêncio dos Inocentes"). Destaque para o elenco, principalmente para o casal Goldie Hawn ainda uma estrela no auge da carreira e Kurt Russell.

Um comentário:

Kau disse...

Hugo, não conheço nenhum dos dois, mas fica aí a dica.

Abraços.