quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Com as Próprias Mãos

Com as Próprias Mãos (Walking Tall, EUA, 2004) – Nota 7
Direção – Kevin Bray
Elenco – The Rock, Johnny Knoxville, Neal McDonough, Kristen Wilson, Ashley Scott, Khleo Thomas, John Beasley, Michael Bowen, Kevin Durand.

O astro de luta-livres The Rock ou melhor, agora Dwayne Johnson, é um militar que volta para sua pequena cidade após alguns anos e se depara com um lugar decadente, onde a grande fonte de renda era um madereira que fechou e hoje a principal atividade é um cassino dirigido por um antigo amigo (Neal McDonough), que domina a cidade e a polícia. Como nos filmes do gênero logo ele vai perceber as coisas erradas e entrará em conflito com os ex-amigo e seus capangas.

Muita pancadaria e tiroteios são o recheio deste filme que acreditem ou não, é baseado em história real, mas apesar dos furos de roteiro e da curtíssima duração, o resultado é competente naquilo que se propõe, a ação.

6 comentários:

altieres bruno machado junior disse...

Olá Hugo

Estou acostumado a ver o The Rock em filmes mais engraçados, claro que sempre com um toque de ação. Mesmo assim, acho que valerá a pena conferir!

Abraços e até mais.

Luís disse...

Eu não acho Dwayne Johnson um bom ator. Acho que ele se estereotipou demais e quase todas as suas aparições são meio forçadas.
E esse não é o tipo de filme que me agrada.
Posso dar uma sugestão? Assista ao filme O Lutador! É realmente interessante, com ótimas interpretações de Mikey Rourke e Marisa Tomei.

Red Dust disse...

Ah... já estava em frisson para comentar por cá. Só via filmes de terror ou suspense... :)

Este não vi, mas recordo-me que passou recentemente na televisão portuguesa. Só que não me despertou interesse...

Abraço.

Hugo disse...

Altieres - É um divertimento sem compromisso. Daqueles que devemos esquecer o roteiro e se divertir com as cenas de briga.

Luís - Sua sugestão é ótima, apenas ainda não tive a oportunidade de assistir. O filme é mais um volta de Mickey Rourke.

Red - Esta semana eu só escrevi sobre filmes pesados.

Abraço a todos

Vagabundo Social disse...

Também gostei desse filme. Como você disse, o filme é bom no estilo em que está inserido, na acção. Aprecio a ideia do homem justiceiro que não tem medo de enfrentar os criminosos e os combate forte e feio. Também me pareceu curto de mais, no entanto aproveita bem o tempo que dura. ;)

Hugo disse...

Vagabundo - É o tipo de filme que faria sucesso com o grande público nos anos oitenta e hoje é apenas diversão para uma pequena parcela de pessoas.

Abraço