sábado, 8 de agosto de 2009

Hooligans

Holligans (Green Street Hooligans, Inglaterra / EUA, 2005) – Nota 8
Direção – Lexi Alexander
Elenco – Elijah Wood, Charlie Hunnam, Claire Forlani, Leo Gregory, Christopher Hehir, Geoff Bell.

O estudante de jornalismo Matt Bruckner (Elijah Wood) é expulso da Universidade de Harvard por culpa do companheiro de quarto e resolve viajar para Inglaterra e visitar a irmã (Claire Forlani) que não vê há tempos. Chegando lá ele faz amizade com o cunhado da irmã, Pete (Charlie Dunham) que é líder da torcida organizada “Green Street Elite”, em tese apaixonados pelo West Ham United, time mediano do futebol inglês, mas na realidade uma gangue que tem como objetivo marcar terreno e ficar conhecida pelo violência perante outras torcidas.

O futebol é apenas o pano de funo, ou melhor, a desculpa para um grupo de jovens e adultos se reunirem e usarem a violência para compensarem a frustação de suas vidas e se sentirem parte importante de algo. A triste realidade destes grupos foi poucas vezes mostrada no cinema, fora esta obra eu me lembro apenas do ótimo “ID – Fúria nas Arquibancadas”, que mostrava um policial infiltrado numa torcida inglesa nos anos oitenta e como o grupo acabava influenciando suas atitudes.

Aqui em “Hooligans” temos o personagem de Elijah Wood que mesmo sem saber o porque, acaba se sentindo parte daquele grupo e expurgando seus problemas na base da porrada. A obra é uma interessante análise sobre estes grupos que atuam no mundo inteiro, inclusive no Brasil, mas que principalmente na Europa usam o futebol para influenciar jovens, muitas vezes misturando etnia, política e religião para disseminar o ódio e a violência.

8 comentários:

altieres bruno machado junior disse...

Olá Hugo

Que bom que voltou. Espero que tenha aproveitado as férias.
Olha já tinha visto esse filme na Locadora, mas não me interessei muito por causa da temática da violência. É notória a rivalidade entre as torcidas organizadas, não só na Inglaterra mas aqui no Brasil também. Uma violência desnecessária e absurda, que muitas vezes acaba em morte.
Talvez um dia eu assista.

Abraços e até mais.

O Cara da Locadora disse...

É um grande filme, cara... Interprtação muito boa do ótimo Elijah Wood... Abraços...

Paulo Roberto Montanaro disse...

Fala Hugo!

Eu ainda não vi o filme. Estou esperando encontrar ele na locadora aqui do lado, mas estranhamente ainda não chegou. Interesso-me muito pelo assunto, principalmente porque futebol é uma de minhas paixões (ao lado de audiovisual) e a violência ligada ao esporte, seja ele qual for, é algo que deve ser discutido e combatido. E que bom ter bons filmes sobre o tema!

Há braços
Paulo

Ibertson Medeiros disse...

O filme é interessante, mas o personagem do Elijah Wood me irritou pacas. Por ser jornalista, ele deveria ser mais esperto.

Ibertson Medeiros disse...

Tem o interessante filme inglês também, chamado Guerra entre Gangues, que trata um pouco sobre os Hooligans.

Hugo disse...

Altieres - A viagem de férias foi ótima, agora estou em casa curtindo o restante dos dias.
Quanto ao filme, apesar de violento, vale como análise de comportamento do indivíduo em grupo.

Cara da Locadora - Elijah Wood segura bem o papel.

Paulo - São poucos filmes sobre o tema, que infelizmente é atual e parece não ter solução.

Ibertson - Achei que o personagem de Wood apesar de quase um jornalista, é um cara perdido na vida, que precisava de um caminho e escolheu o errado.
Não conhecia este "Guerra entre Gangues", valeu pela dica, vou procurar.

Abraço

Tiago Wakabayashi disse...

Eu sou maior fã desse filme, pra mim é o melhor dos mais recentes que eu já vi.

Pra quem não viu, esqueça a violência, soh se concentrem nos personagens.

Pramim o "Frodo" é meio slow no filme, ele pode vim com carga de Senhor dos Anéis, mas pra mim quem rouba a cena é Leo Gregori (Bovver) e o ator que faz o Pete Dunham, ah como deixar de lembrar do Tommy Hatcher, esse é o cara!

Hugo disse...

Tiago - Tb acho que o elenco de apoio é melhor que Elijah Wood. Ele não tipo, nem o físico para o papel.

Abraço