segunda-feira, 24 de agosto de 2009

A Hora do Pesadelo III - Os Guerreiros dos Sonhos

A Hora do Pesadelo III – Os Guerreiros dos Sonhos (A Nightmare on Elm Street 3: Dream Warriors, EUA, 1987) – Nota 7,5
Direção – Chuck Russell
Elenco – Heather Langenkamp, Craig Wasson, John Saxon, Patricia Arquette, Robert Englund, Laurence Fishburne, Rodney Eastman, Jennifer Rubin.

Depois do sucesso de público, mas fiasco de crítica da parte II, Wes Craven tomou de volta as rédeas da série assinando a produção e o roteiro e deixando a direção a cargo de Chuck Russell, que fez o bom remake de “A Bolha Assassina”, “O Máskara” e “Queima de Arquivo”.

A história segue o que deveria ser a continuação do original, mostrando a sobrevivente Nancy (Heather Langenkamp) trabalhando como psicóloga em um sanatório onde precisa tratar de jovens que estão sonhando com Freddy e tem medo de dormir. Ela tenta ajuda-los e ainda tem de convencer outro médico (Craig Wasson) de que a ameaça de Freddy é real.

Esta sequência coloca a história nos trilhos, com um roteiro que se encaixa perfeitamente ao original e ainda tem um elenco de apoio muito bom, com Patricia Arquette ainda bem jovem como uma das vítimas de Freddy e Laurence Fishburne (ainda assinando com Larry) no papel de um enfermeiro.

Outro detalhe é que a partir deste filme o personagem de Freddy começa a agir e soltar frases que misturavam terror e comédia e dentre as várias cenas de assassinato, se destaca uma onde ele domina e mata um jovem como se este fosse uma marionete e ele o mestre.

11 comentários:

Thiago Mb disse...

Olá, tudo bem? Realmente, Bourne foi e é o papel da vida do Damon :D Cara, nunca vi nenhum A Hora do Pesadelo, vi so umas partes, mas nunca vi nenhum filme inteiro, e nem quero rs nao curto muito terror :D abraço

Paulo Roberto Montanaro disse...

É o momento onde o humor de Freddy ainda não é aquele pastlão dos últimos filmes da série. Espero que o reboot siga nessa linha, mesmo tênue, entre o terror e o humor ácido...

Há braços
Paulo

Ciro Hamen disse...

um clássico do terror!

Marcos disse...

Olá Hugo,

Sou leitor do Cinema - Filmes e Seriados e sou cinéfilo de carteirinha. Eu estou mandando esse email porque estou trabalhando numa empresa que desenvolveu um portal sobre cinema - o Cinema Total (www.cinematotal.com). Um dos atrativos do site é que você cria uma página dentro do site, podendo escrever textos de blog e críticas de filmes. Então, gostaria de sugerir que você também passasse a publicar seus textos no Cinema Total - assim você também atinge o público que acessa o Cinema Total e não conhece o Cinema - Filmes e Seriados.

Se você gostar do site, também peço que coloque um link para ele na seção "Sites de Cinema" do Cinema - Filmes e Seriados.

Se você quiser, me mande um email quando criar sua conta que eu verifico se está tudo ok.

Um abraço,
Marcos

Caique Gonçalves disse...

Sua relevância é ainda percebida, ao vermos filmes recentes fazerem uso de fórmulas utilizadas há mais de vinte anos.

Hugo disse...

Thiago - Para quem não gosta de terror é melhor ficar longe mesmo.

Paulo Roberto - A cada dia descubro que estão ou irão refilmar algum filme de terror dos anos oitenta. Os executivos de Hollywood morrem de medo de arriscar coisas novas.

Ciro - Freddy é um ícone do terror.

Marcos - Vou analisar sua proposta e visitar seu site.

Caíque - Com certeza, e como o Paulo Roberto citou, vão refilmar o longa original.

Abraço a todos.

Ramon disse...

Essa é uma série que sempre vi, mas nunca assisti. Passava na televisão o tempo todo, e eu nunca dei muita atenção. Talvez seja hora de conferir de uma vez por todas.

Abs!

Luís disse...

Cara, eu era muito fã desse personagem. Quero dizer, não pelo medo que ele causa, mas sim pela simbologia que ele representa. Algo como a lado escuro dos sonhos, o terror e a estranheza que os sonhos podem causar.
Eu achei bem interessante o primeiro filme, mas, infelizmente, como todas as séries que rendem bilheteria - como Sexta-Feira 13 e Halloween -, A Hora do Pesadelo começou a ganhar continuações misterioras, que pouco tem a ver com o original e que vão distorcendo a imagem original do personagem.
Vão fazer um remake do primeiro filme e, acredito, torná-lo-ão (adoro mesóclise) tão diferente quanto o remake de Sexta-feira 13, que em vez de ser uma refilmagem do primeiro, é na verdade um filme novo.
Blog interessante!
;)

Hugo disse...

Ramon - Vale assistir pelo menos o original que já quase um clássico do terror.

Luís - A trama sobre terror nos sonhos, ou melhor, um grande pesadelo é muito interessante e eu indico três filmes da série: O original, esta terceira parte e o que seria a parte VII, que foi dirigida novamente por Wes Craven.

Estes três filmes você assistindo em sequência, resultam numa ótima trilogia.

Abraço

Wally disse...

Esse, ao lado do último, é meu preferido da série. Acho muito criativo.

Nota 8

Hugo disse...

Wally - Concordo com vc, mas incluiria tb o primeiro nesta lista.

Abraço