sexta-feira, 8 de março de 2013

Filmes Produzidos para a TV - Parte II

Nesta postagem comento algumas produções para a tv do gênero aventura e suspense.

Caçadores de Marfim (Ivory Hunters, EUA, 1990) – Nota 5,5
Direção – Joseph Sargent
Elenco – John Lithgow, Isabella Rossellini, James Earl Jones, Tony Todd, Olek Krup.

Um escritor (John Lithgow) viaja para o Quênia para tentar descobrir o que aconteceu com sua assistente que foi fazer uma pesquisa e desapareceu. No local, o escritor encontra outra pesquisadora (Isabella Rossellini) que acredita que o desaparecimento da colega está ligado ao tráfico de marfim. Um policial (o veterano James Earl Jones) é designado para investigar o caso, mas sabe do perigo para quem tenta vigiar a vida dos traficantes. 

O filme tem uma boa premissa com a denúncia do tráfico de marfim na África e toda a violência que existe por trás deste crime, além de um elenco competente, mas infelizmente o roteiro não se aprofunda no tema.

Tudo Pela Liberdade (Born to Ride, EUA, 1991) – Nota 4
Direção – Graham Baker
Elenco – John Stamos, John Stockwell, Teri Polo, Sandy McPeak, Keith Cooke, Salvator Xuereb, Justin Lazard, Thom Mathews.

Nos anos sessenta, o exército decide trocar sua unidade de cavalaria por motocicletas e durante um treinamento, o jovem civil Grady (John Stamos) decide mostrar suas habilidades na moto e humilha os soldados, colocando alguns em risco. Grady acaba preso, mas recebe a proposta de entrar para o exército em troca da liberdade. Ele aceita, mas seu jeito rebelde o coloca em situações complicadas, principalmente quando se envolve com a filha do comandante (Teri Polo). No final, a habilidade de Grady o coloca como pessoa chave numa missão para resgatar um cientista e sua filha que foram sequestrados pelo General Franco, ditador espanhol. 

A primeira metade do longa é repleta de clichês e a parte final apresenta um roteiro absurdo, apesar de que algumas cenas de ação são até razoáveis. O longa foi uma tentativa de abrir caminho no cinema para o astro de tv John Stamos, famoso pela série “Full House”, porém ele foi mais um ator que não conseguiu fazer a transição. Seu maior sucesso foi ter sido casado com a belíssima Rebecca Romjin.

Morte no Everest (Into Thin Air: Death of Everest, EUA / República Tcheca, 1997) – Nota 6,5
Direção – Robert Markowitz
Elenco – Peter Horton, Nathaniel Parker, Christopher McDonald, Richard Jenkins.

Dois experientes alpinistas rivais, Scott Fisher (Peter Horton) e Rob Hall (Nathaniel Parker) escalam o Monte Everest ao mesmo tempo, cada um levando um grupo de pessoas, várias delas inexperientes. O que começa com um desafio se torna uma perigosa aventura conforme os grupos avançam na escalada e precisam enfrentar frio, neve e vários outros obstáculos que podem causar uma tragédia. 

Este telefilme é baseado num famoso livro do jornalista Jon Krakauer, que relata uma história real, sendo ele um dos participantes da aventura, aqui no longa interpretado por Christopher McDonald. A história é ótima e o filme pode ser considerado bom levando em conta as limitações de uma produção para tv.

Alerta Vermelho (Hostile Waters, EUA / França / Alemanha / Inglaterra, 1997) – Nota 5,5
Direção – David Drury
Elenco – Rutger Hauer, Martin Sheen, Max Von Sydow, Harris Yulin, Colm Feore, Rob Campbell, Regina Taylor, Dominic Monaghan.

Em outubro de 1986, um velho submarino russo carregado com artefatos nucleares se chocou com um submarino americano e quase causou um acidente nuclear na costa da Bermuda. Esta produção para tv foca na tensão que toma conta da tripulação russa e dos oficiais, principalmente o Capitão Britanov (Rutger Hauer) e o Almirante Chernavin (Max Von Sydow). 

Com poucas cenas de ação e muito falatório, o resultado é apenas razoável. Vale a curiosidade pela história e o bom elenco, nada mais.

Caçadores de Tornado (Storm Chasers: Revenge of the Twister, EUA, 1998) – Nota 3
Direção – Mark Sobel
Elenco – Kelly McGillis, Wolf Larson, Liz Torres, Adrian Zmed, James MacArthur.

Cópia descarada de “Twister”, este produção para tv mostra também um grupo de caçadores de tornados em aventuras pelo meio-oeste americano. Com efeitos especiais paupérrimos e um elenco péssimo, liderado pelo canastrão Wolf Larson, que interpretou “Tarzan” numa série de tv no início dos anos noventa, além de Liz Torres e Adrian Zmed, rostos conhecidos em seriados da época. 

A curiosidade é a participação de Kelly McGillis, famosa por “Top Gun”, mas que na época já estava com a carreira em declínio.

Ação no Oceano (Intrepid ou Deep Water, EUA, 2000) – Nota 4
Direção – John Putch
Elenco – James Coburn, Costas Mandylor, Finola Hughes, Alex Hyde White, Sonia Satra, Larry Poindexter, David Kaufman, Chick Vennera, Sarah Bibb.

Um teste nuclear malsucedido desencadeia uma onda gigante que vira um transatlântico. O capitão (James Coburn) tenta liderar os sobreviventes para o salvamento, porém um grupo terrorista que estava a bordo ainda deseja sequestrar a filha de um milionário. 

Esta produção para a tv com um roteiro absurdo foi um dos últimos papéis do grande James Coburn, trabalhando ao lado de canastrões conhecidos como Costas Mandylor da série “Jogos Mortais” e a bela Finola Hughes. Algumas cenas de ação razoáveis não salvam esta bomba.

Nenhum comentário: