terça-feira, 29 de novembro de 2011

O Chamado 1 & 2

O Chamado (The Ring, EUA, 2002) – Nota 7
Direção – Gore Verbinski
Elenco – Naomi Watts, Martin Henderson, David Dorfman, Brian Cox, Jane Alexander, Lindsay Frost, Sara Rue, Shannon Cochran, Amber Tamblyn, Daveigh Chase, Adam Brody.

A jornalista Rachel (Naomi Watts) decide investigar a morte da sobrinha e acaba chegando a uma misteriosa fita de vídeo, a qual quem a assiste acaba morrendo sete dias depois. O suspense começa seu filho (David Dorfman) assiste ao vídeo e deixa Rachel desesperada, precisando descobrir como se livrar da maldição.

Competente suspense dirigido por Gore Verbinski, porém inferior ao original japonês filmado em 1998. Os destaques assim como na versão original, são o clima assustador, o espírito de Samara a ‘garota do poço”, além das sinistras imagens da fita de vídeo.


O Chamado 2 (The Ring Two, EUA, 2005) – Nota 4
Direção – Hideo Nakata
Elenco – Naomi Watts, Simon Baker, David Dorfman, Elizabeth Perkins, Gary Cole, Sissy Spacek, Ryan Merriman, Emily VanCamp, Kelly Overton, Daveigh Chase

Esta desnecessária continuação começa até bem, com um jovem casal (Ryan Merriman e Emily VanCamp) prontos para assistir a fita com a maldição de Samara, mas depois deste prólogo o filme vai por água abaixo. 

Logo em seguida mãe e filho (Naomi Watts, e David Dorfman) que sobreviveram ao primeiro filme (refilmagem americana), descobrem que o fantasma de Samara os encontrou e que deseja possuir o corpo do garoto, ou seja, a base da trama original que é sobre a maldição da fita se transforma numa versão vagabunda de “O Exorcista”, com um roteiro cheio de furos e o desperdício de bons atores como Gary Cole, Elizabeth Perkins e até a ótima Sissy Spacek em papéis secundários sem qualquer sentido. 

Se o primeiro já era inferior ao original japonês, este fica a quilômetros de distância, mesmo tendo na direção o mesmo Hideo Nakata que comandou o filme original.

9 comentários:

Celo Silva disse...

Acho O CHAMADO 1 muito bom, acho q até superior ao original, mas o segundo achei meio nosense. Engraçado q é dirigido pelo diretor do original, estranho ter dado errado.

Rodrigo Mendes disse...

Hideo Nakata não deveria ter feito uma fita tão irregular na versão US, já que ele é um dos autores do original. Ficou uma péssima impressão, estranho.

Gosto também do primeiro filme. Uma versão bem apropriada e redondinha, eficiente.

Abs.

Hugo disse...

Celo - Outros diretores europeus e asiáticos que tentaram refilmar suas obras em Hollywood também erraram feio.

Rodrigo - Ficou com cara de filme de produtor. Provavelmente o diretor Hideo Nakata aceitou as idéias do produtor e se deu mal.

Abraço

O Narrador Subjectivo disse...

Sempre gostei muito do primeiro, grande história, sofisticado, uma excelente actriz na Naomi Watts, mas nunca cheguei a ver o segundo. Cumprimentos

http://onarradorsubjectivo.blogspot.com/

Amanda Aouad disse...

Ainda bem que nunca tive coragem de ver O Chamado 2, hehe. O primeiro é interessante, mas também não é de meus preferidos.

bjs

Luís disse...

Eu concordo com o Celo acerca de "O Chamado" - penso que o filme seja superior ao original. Penso que oprimeiro filme seja eficiente na sua proposta, com momentos interessantes, uma fotografia que auxilia a criar o clima do filme.

Acerca do segundo, penso que ele poderia ser muito eficaz se saísse do núcleo jornalista-criança-Samara. A continuação japonesa é mais interessante justamente por sair disso, aamerican deixa bastante a desejar, parecendo mais ser uma repetição do primeiro filme.

Hugo disse...

Narrador e Amanda - A sequência é muito fraca, não dá para ser comparada com o primeiro filme.

Luís - Como eu assisti primeiro o original japonês, não tive surpresa ao ver a refilmagem e por isso fiquei com a impressão do original ser mais interessante.

Abraço a todos

Emerson disse...

Achei O Chamado bom e o segundo inferior ao primeiro, realmente uma sequência desnecessária. Confesso que não assisti ao original!!!

Abraço!!!

Hugo disse...

Emerson - A sequência é o chamado caça-níquel.

Abraço