terça-feira, 15 de novembro de 2011

A Noviça Rebelde

A Noviça Rebelde (The Sound of Music, EUA, 1965) – Nota 8  
Direção – Robert Wise
Elenco – Julie Andrews, Christopher Plummer, Eleanor Parker, Peggy Wood, Richard Haydn, Heather Menzies, Nicholas Hammond, Angela Cartwright.

Na Áustria, a jovem noviça Maria (Julie Andrews) não gosta de seguir as regras do convento e acaba sendo convidada a trabalhar como babá na casa do Capitão Von Trapp (Christopher Plummer), um viúvo que cria seus sete filhos com a disciplina militar. Maria é uma jovem falante que gosta de cantar e com seu jeito de ser, muda completamente a vida na casa da família, inclusive amolecendo o coração do Capitão que logo se apaixona por ela. O que parece ser um conto de fadas se torna pesadelo quando o Capitão é convocado pelos nazistas para se incorporar ao exército, o que faz a família fugir do país pelas montanhas. 

Quatro anos antes, o diretor Robert Wise junto com Jerome Robbins comandou o clássico musical vencedor do Oscar “Amor, Sublime Amor” e o sucesso fez com que ele voltasse ao gênero e criasse outro longa que se tornaria clássico e também venceria o Oscar. 

A saga da família Von Trapp mistura história de amor, comédia, drama e principalmente sensacionais sequências musicais, valorizadas pelo talento de Julie Andrews com cantora e atriz, além da química com bom ator Christopher Plummer, especialista em papéis de personagens sérios, aqui também solta a voz em algumas sequências. 

Além dos musicais, o grande Robert Wise deixou também sua marca em gêneros como ficção com “O Dia em que a Terra Parou”,“O Enigma de Andromeda” e “Jornada nas Estrelas”, drama com “Quero Viver!” e “Marcado pela Sarjeta” e guerra com “Ratos do Deserto” e “O Canhoneiro do Yang-Tsé”, tendo ainda sido indicado ao Oscar de montagem pelo clássico “Cidadão Kane”.

5 comentários:

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Wise é muito bom. Só não gosto da Julie Andrews.
Cumprimentos cinéfilos

O Falcão Maltês

Rui Luís Lima disse...

Na época da sua estreia em Portugal este filme esteve mais de um ano em exibição arrastando multidões para uma das maiores salas de Lisbos. Um musical fabuloso!
Abraço cinéfilo
Rui Luís Lima

Emerson disse...

Confesso que estava bem receoso em relação a este filme por se tratar de um musical e eu não ser fã desse gênero(embora Cantando na Chuva seja fabuloso), mas venci o preconceito e não me arrependi, o filme é muito bom, A Noviça Rebelde é um clássico do cinema!!!

Hugo disse...

Antonio - Considero Julie Andrews muito talentosa, principalmente para musicais. Lembre ainda de "Mary Poppins" e "Victor ou Victória".

Rui - Foi um sucesso mundial.

Emerson - Também não sou grande fã de musicais, mas gostei deste filme, além de outros "Cantando na Chuva" e "Amor, Sublime Amor".

Abraço a todos

Amanda Aouad disse...

BOm, esse sou suspeita de falar, pois é um marco em minha vida, desde a infância adoro. hehe. Um clássico eterno.

E de fato, Julie Andrews é uma excelente atriz, além de ótima voz, vide Dueto Só Para Um, para mim sua melhor interpretação até hoje.

bjs