sábado, 29 de novembro de 2008

Entre Dois Amores

Filme Assistido nº 172
Entre Dois Amores (Out of Africa, EUA, 1985) – Nota 8
Direção – Sydney Pollack
Elenco – Meryl Streep, Robert Redford, Klaus Maria Brandauer, Donal McCann, Michael Kitchen, Michael Gough, Suzanna Hamilton.

Este vencedor de sete Prêmios Oscar, incluíndo de Melhor Filme e Direção é um drama autobiográfico escrito por Karen Blixen (usando o pseudônimo de Isak Dinesen). Ela uma Baronesa que dirige uma fazenda de café no Quênia em 1914, é casada com o Barão Hans Blixen (Klaus Maria Brandauer) por interesse e se descobre apaixonada pela África, até que acaba se envolvendo com o caçador Denys Finch (Robert Redford).

Este clássico triângulo amoroso é contada de forma discreta pelo diretor Sydney Pollack, se apoiando no ótimo trio principal e na bela fotografia e na direção de arte que usam com maestria os cenários naturais da África.

Apesar de ser um dos vencedores de Oscar menos festejados, este filme cumpre bem seu papel de drama biográfico e histórico.

5 comentários:

Kau disse...

Bom, sou muito suspeito para falar deste filme. Acho-o arrebatador! Um roteiro belíssimo conduzido por uma direção perfeita de Pollack. A fotografia também é um espetáculo e o elenco é um trunfo.

Abraços.

Cecilia Barroso disse...

Engraçado, tem tanta gente que não gosta desse filme.

Eu não entendo o porquê. Adoro a história e, como Kau, acho-o arrebatador.

Beijocas

Fifeco disse...

Vi recentemente e de facto é um filme muito bom. Também lhe dou 8 em 10.

Abraço

Elis Campos disse...

Esse filme é muuuuito bom. E a trilha sonora? Inesquecível. Só queria mais um pouquinho de destaque pro personagem de Brandauer - um dos melhores atores de sua geração, ao meu ver (vide "Mephisto", de Szábo) - mas isso é pedido de fã irremediavelmente apaixonada (hehehehe) e, portanto, não conta em nada aqui. Nem diminui minha admiração por esse filme, que é sensacional. Meryl Streep perfeita, como sempre e sempre, e Redford se saindo muito bem, como de costume. Grande elenco. Grande filme. Grande diretor. Pollack deixou muitas saudades.

Abs!
Elis

Hugo disse...

Kau - Fotografia belíssima e grande direção de Pollack.

Cecília - Muita gente não gosto de drama romântico deste estilo.

Fifeco - É uma obra muita boa.

Elis - Brandauer é um grande ator, mas como fez praticamente toda sua carreira na Europa ficou pouco conhecido do grande público.
Não assisti, mas a crítica adora seus papéis em "Mephisto", "Coronel Redl" e "Hanussen".