quinta-feira, 6 de novembro de 2008

O Segredo de Brokeback Mountain

O Segredo de Brokeback Mountain (Brokeback Mountain, EUA, 2005) – Nota 8,5
Direção – Ang Lee
Elenco – Heath Ledger, Jake Gyllenhaal, Randy Quaid, Michelle Williams, Anne Hathaway, Scott Michael Campbell, Linda Cardellini, Anna Faris, Kate Mara.

Este belo drama vencedor de três prêmios Oscar, inclusive de melhor diretor para Ang Lee, é uma grande história de amor entre dois caubóis, o introvertido Ennis Del Mar (Heath Ledger) e o inquieto Jack Twist (Jake Gyllenhaal), romance que se inicia quando os dois no início da década de sessenta são contratados para trabalhar cuidando de um rebanho de ovelhas na montanha que dá título ao filme e nesse local são dominados por uma forte atração. Após serem demitidos e cada um tendo que cuidar da própria vida, eles acabam seguindo caminhos distintos, mas anos depois se reencontram e mesmo casados retomam o romance proibido.

O filme fala de temas como amor, amizade, casamento e principalmente o preconceito que faz com os dois tenham que viver uma vida de mentiras em um local onde os homens tem de ser homens, o oeste americano e como isto os atormentará durante toda a vida.

Sem dúvida é um drama de coragem, tanto na história contada por Ang Lee, como nas interpretações de Ledger e Gyllenhaal que se entregam a papéis que poucos atores aceitariam e acertam em cheio, principalmente Ledger que consegue passar toda a angústia de seu personagem em poucas palavras e pequenos gestos.

7 comentários:

O Cara da Locadora disse...

É um filme lindíssimo, uma fotografia sensacional... Revoltante em saber que existem tais realidades, o preconceito é uma coisa tão doentia que até dói ver tão de perto... Atuação digna de Oscar para o Heath Ledger, pena que não ganhou, mereceria um reconhecimento em vida...

Kau disse...

Direção, roteiro, técnica, Anne e Michelle excepcionais. Só discordando da maioria, eu não acho que Jake tenha merecido tanto elogio e Heath, pra mim, era a quinta opção naquele ano. Mas quer saber? Não tem problema, pois como já disse o filme é um espetáculo.

Abraços.

Hugo disse...

Cara da Locadora - Infelizmente o preconceito ainda é muito grande no mundo e difícil de combater.

Kau - O filme é de um extrema sensibilidade, mas considero ótimas as atuações do elenco principal.

Pedro Henrique disse...

Filmaço! Quase tão bom quanto Munique!

Abraço!

Wally disse...

Uma pena que ele seja marcado por preconceitos. É um romance verdadeiramente impecávelmente concebido. Deveria ter o reconhecimento merecido pelo público. Magnífico.

Nota 10

Ciao!

Taty Macoli disse...

É ótimo o filme... Mas, sempre me deixa com uma sensação de angústia.

*=

Taty

Hugo disse...

Pedro - São filmes bem diferentes, mas tb gostei muito de "Munique".

Wally - O público que gosta de cinema entendeu o filme, apesar do preconceito de muita gente.

Tati - O personagem de Ledger passa toda esta angústia em sua interpretação.