sábado, 12 de janeiro de 2013

Medos Privados em Lugares Públicos

Medos Privados em Lugares Públicos (Coeurs, França / Itália, 2006) – Nota 7
Direção – Alain Resnais
Elenco – Sabine Azéma, Isabelle Carré, Laura Morante, Pierre Arditi, André Dussollier, Lambert Wilson.

No inverno em Paris, três homens e três mulheres se cruzam em busca de companhia. O solteirão Thierry (André Dussollier) é um corretor de imóveis que sente atração por sua colega de trabalho Charlotte (Sabine Azéma), que guarda um segredo e também tem um segundo emprego como enfermeira do pai de Lionel (Pierre Arditi), que por sua vez trabalha como bartender em um hotel tendo como cliente o desempregado Dan (Lambert Wilson), que passa por um crise com a noiva Nicole (Laura Morante). Completando o elenco, temos a jovem Gaelle (Isabelle Carré), irmã de Thierry que procura um amor através de encontros no escuro. 

Esta ciranda de relacionamentos é contada de modo sensível pelo veteraníssimo diretor francês Alain Resnais, que começou a carreira nos anos quarenta, que tinha oitenta e quatro anos na época do lançamento deste filme e hoje aos noventa ainda está na ativa. 

Longe de ser um grande filme, vale a sessão pelo ótimo desempenho do elenco, pelas pequenas e tristes histórias dos personagens solitários e a parte técnica que pontua as sequências com uma neve intermitente.  

7 comentários:

Celo Silva disse...

Ao meu ver, um dos filmes q lida com mais complexidade entre as relações pessoais. Adoro!

Amanda Aouad disse...

Da série ainda não vi, :(, parece interessante.

bjs

Jorge Teixeira disse...

Hugo, podias fornecer-me um e-mail de contacto teu? Queria convidar-te para um coisa :P. Se quiseres podes utilizar como meio de resposta o e-mail de contacto do Caminho Largo :). Obrigado.

Cumprimentos,
Jorge Teixeira
Caminho Largo

O Narrador Subjectivo disse...

A longevidade do Resnais é impressionante.

Hugo disse...

Celo - Complexo e com sensibilidade.

Amanda - Minha lista também é longa.

Jorge - Enviei uma mensagem para o e-mail do Caminho Largo. Aguardarei seu contato.

Narrador - Tomara chegarmos nesta idade.

Abraço

disse...

Gosto das cenas coloridas no bar, o visual é espetacular. Não é "a toa que Alain Resnais é mestre!
Abraços!

Hugo disse...

Lê - O visual do bar e a neve por todo o filme são belíssimas.

Abraço