sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge

Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge (The Dark Knight Rises, EUA, 2012) – Nota 8,5
Direção – Christopher Nolan
Elenco – Christian Bale, Gary Oldman, Tom Hardy, Joseph Gordon Levitt, Anne Hathaway, Marion Cotillard, Morgan Freeman, Michael Caine, Matthew Modine, Ben Mendelsohn, Alon Moni Aboutboul, Daniel Sunjata, Aidan Gillen, Liam Neesom.

Após a morte do Coringa, Gotham City está em paz, porém Bruce Wayne (Christian Bale) abandonou o uniforme de Batman e vive recluso após a morte de sua amada, deixando suas empresas nas mãos de Fox (Morgan Freeman). O comissário Gordon (Gary Oldman) também sofre por dentro em virtude de ser obrigado a manter a imagem de herói de Harvey Dent, que na verdade era o vilão Duas Caras. 

Estas pendências nas vidas de Bruce e Gordon voltam à tona quando Bane (Tom Hardy) surge em Gotham com o objetivo de aterrorizar a população através de uma crise no sistema financeiro que transformará Bruce Wayne em vilão. 

Em paralelo, o jovem policial Blake (Joseph Gordon Levitt) tenta se aproximar de Wayne para ajudá-lo, que por outro lado se interessa pela ladra de joias Selina Kyle (Anne Hathaway). No meio de todos estes personagens temos ainda Miranda (Marion Cotillard) que deseja financiamento para um projeto ambiental e Daggett (Ben Mendelsohn) que planeja tomar o controle das empresas de Bruce Wayne. 

Superar “Batman – O Cavaleiro das Trevas” seria quase impossível, o que com certeza trouxe grande pressão a Nolan, mas por outro lado o público entendeu a situação e aceitou este novo longa, mesmo não chegando ao mesmo nível do anterior e na minha opinião perdendo também na comparação com “Batman Begins”, o que não é demérito algum em virtude da qualidade destes filmes. 

Este terceiro longa tem novamente uma qualidade técnica fantástica, com uma produção visual de primeira e cenas de ação de tirar o fôlego. O filme ganha com as presenças de Joseph Gordon Levitt, que a cada novo trabalho confirma ser bom ator e de Anne Hathaway sensual com a futura Mulher-Gato. 

O resultado é uma ótima diversão que mantém a série em altíssimo nível.

7 comentários:

Celo Silva disse...

Eu achei esse filme interessante, não uma maravilha, mas acho que seja melhor que Batman Begins, que acho nada demais. Verdade que o personagem de Bane nem chega aos pés do Coringa.

Hugo disse...

Celo - Eu gostei mais de "Batman Begins", talvez por seu o primeiro filme, mas como citei na postagem, este também é um ótimo divertimento.

Abraço

O Narrador Subjectivo disse...

grande filme, para mim o melhor!

Amanda Aouad disse...

é um bom filme, fecha bem a trilogia, mas não tem o mesmo encanto do anterior. Acho que está no mesmo nível de Begins, um bom filme e um bom divertimento, como você disse, mas não é mesmo uma obra de tirar o fôlego como O Cavaleiro das Trevas.

bjs

Hugo disse...

Narrador - Considero o filme com o Coringa o melhor.

Amanda - Era quase impossível manter o mesmo nível.

Abraços

Nani disse...

Eu sou muito fã de super-heróis (o pobre do meu namorado sempre paga mico com meu entusiasmo no cinema) e achei o filme mais do que válido! Prendi a respiração mais de uma vez no cimena (mas isso pode ser porque eu sou entusiasta) e apesar de ter achado esse mais uma ponte, no estilo "espere que vem mais", não consegui não adorar o filme!

Hugo disse...

Nani - Os filmes com super heróis sempre deixam um gancho para uma continuação, mesmo quando aparentemente seria o fechamento de uma trilogia.