segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

A Qualquer Custo

A Qualquer Custo (Hell or High Water, EUA, 2016) – Nota 7,5
Direção – David Mackenzie
Elenco – Jeff Bridges, Chris Pine, Ben Foster, Gil Birmingham.

Os irmãos Tanner (Ben Foster) e Toby (Chris Pine) assaltam duas agências bancárias situadas em pequenas cidades do Texas. Eles precisam conseguir dinheiro para quitar uma dívida bancária e assim não perder a fazenda herdada dos pais. Toby também deseja pagar a pensão dos filhos adolescentes. 

Os assaltos chamam a atenção de um veterano Texas Ranger prestes a se aposentar. Marcus Hamilton (Jeff Bridges) e seu parceiro Alberto (Gil Birmingham) seguem o rastro da dupla entre o Texas e Oklahoma. 

Esqueça os filmes de perseguição policial agitados, a proposta aqui é mostrar um pouco do estilo de vida simples e duro das pessoas pobres que vivem em cidades pequenas do oeste americano, com pitadas de crítica social e personagens que tentam mudar a situação à força. 

O desenrolar da trama explica o porquê da atitude extrema dos irmãos. Pobreza, família desestruturada e a exploração dos bancos são os ingredientes. Duas sequências explicam o ódio da população da região em relação aos bancos, principalmente os pequenos fazendeiros. 

No início, vemos uma pichação em um muro com os dizeres: “fiz três turnos no Iraque e agora o banco se nega a renegociar minha hipoteca”. Mais a frente, após um assalto dos irmãos, uma testemunha dentro de uma lanchonete diz: “vi os ladrões que me roubam há trinta anos serem assaltados hoje”. 

O elenco também é destaque. Ben Foster interpreta novamente um personagem marginal, enquanto Chris Pine é o cérebro por trás dos assaltos. O destaque maior fica para Jeff Briges como o policial texano clássico, daqueles que não tem papas na língua e que dá um bico no politicamente correto a cada diálogo. É mais uma grande atuação do veterano astro.   

4 comentários:

Rodrigo Mendes disse...

Na lista. Jeff Bridges vale uma sessão.

Hugo disse...

Rodrigo - Bom filme e ótimo ator.

Liliane de Paula disse...

Jeff Bridges vale pelo filme, já vi.
Em qualquer lugar do mundo, acho que Banco, funciona assim.
Ou não?

Hugo disse...

Liliane - O objetivo de qualquer banco é lucrar. Juros de financiamentos e empréstimos são uma mina de ouro para os bancos.