sexta-feira, 11 de setembro de 2009

O Primeiro Dia

O Primeiro Dia (Brasil, 1998) – Nota 7
Direção – Walter Salles & Daniela Thomas
Elenco – Fernanda Torres, Luiz Carlos Vasconcelos, Matheus Nachtergaele, Nelson Sargento, Tonico Pereira, Carlos Vereza, Nelson Dantas, José Dumont.

Na virada do milênio alguns personagens desesperados se cruzam na cidade do Rio de Janeiro. Em um presídio, João (Luiz Carlos Vasconcelos) tem a fuga planejada pelos carcereiros para em troca assassinar o dedo-duro Francisco (Matheus Nachtergaele), que tenta se aproximar da ex-mulher e do filho pequeno e usar o dinheiro ganho da polícia para fazer um agrado à criança. Ao mesmo tempo a jovem Maria (Fernanda Torres) acorda desesperada quando seu companheiro Pedro (Carlos Vereza) desaparece e deixa um bilhete dizendo que estava mudando sua vida. A busca de Maria e a fuga de João os farão se cruzar na noite da virada do milênio, num clima de desespero e esperança em uma nova vida.

Este interessante drama de Walter Salles utiliza o clima de renovação normal em qualquer final de ano, mas que estava exarcebado na virada do milênio, para contar estas pequenas histórias de pessoas que são obrigadas a mudar de vida.

Destaque para os personagens todos com nomes bíblicos e a participação do sambista Nelson Sargento como um presidiário que amaldiçoa a virada do milênio.

10 comentários:

Ciro Hamen disse...

não vi esse. mas como é da dupla walter salles e daniela thomas deve ser bom. linha de passe, com certeza, foi muito bom!

abraços!

Luis Adriano disse...

Hugo, eu e o Renan decidimos criar uma página sobre os parceiros da blogosfera.
Queríamos que você fizesse uma breve descrição do seu Blog, umas quatro linhas no máximo, e me mandasse por e-mail.
No meu Blog, na página "Sobre o BLOG", você encontrará o meu e-mail.
;)

Apreciaríamos muito se você colebaorasse.

Kau Oliveira disse...

Ainda não vi este filme, mas como fã de Salles preciso dar uma espiada. Ainda mais com a minha querida Fernanda Torres no elenco.

Abs!

Bruno Pongas disse...

A dobradinha entre Walter Sales e Daniela Thomas deu certo no Linha de Passe, mas esse eu ainda não assisti.
Achei que a história parece boa!!!

Pedro Henrique disse...

Faz tempo que vi pela última vez, mas continuo gostando desse filme sincero e cativante.

Hugo disse...

Ciro - Linha de Passe é melhor, mas este tb é um bom filme.

Luís Adriano - Vc visitar o blog e deixar a descrição.

Kau - Aqui Fernanda Torres faz uma personagem desesperada atrás do namorado que sumiu.

Bruno - O filme é legal, mas Linha de Passe é melhor.

Pedro - É uma obra simples, mas com força e sensibilidade.

Abraço a todos

Cristiano Contreiras disse...

Lembro que vi este filme na faculdade, mas esperava bem mais, até do desempenho do elenco principal.

Hugo disse...

Cristiano - O filme me agradou, mesmo sendo inferior a outros trabalhos de Walter Salles.

Abraços

Pedro Tavares disse...

Este misticismo presente no mundo inteiro é mt bem retratado por Salles...

Hugo disse...

Pedro - O misticismo foi retratado com qualidade pelo competente Walter Salles.

Abraço