terça-feira, 27 de novembro de 2012

Ônibus 174

Ônibus 174 (Brasil, 2002) – Nota 8,5
Direção – José Padilha
Documentário

O diretor José Padilha ficou famoso pelos dois ótimos “Tropa de Elite”, porém seu nome surgiu para o cinema neste tenso documentário baseado na tragédia ocorrida em 12 de Junho de 2000 no Rio de Janeiro que ficou conhecida como “O Sequestro do Ônibus 174”. 

A mesma história rendeu o interessante longa “Última Parada 174” de Bruno Barreto, que tratava a vida do assaltante Sandro do Nascimento de forma romanceada. Aqui a abordagem é real e extremamente tensa. 

Para quem não lembra, a história começa nebulosa, até hoje não se sabe ao certo o que pretendia o ex-presidiário Sandro do Nascimento que tomou de refém vários passageiros dentro de um ônibus, o 174 do título e durante várias horas ameaçou matá-los, mesmo com o local cercado de policiais, jornalistas e curiosos. O rapaz totalmente alucinado, coloca a arma na cabeça de várias passageiras, até o trágico final no período da noite. 

Padilha intercala as cenas reais do sequestro, que foi transmitido ao vivo pelos canais de tv, com depoimentos de psicólogos, da assistente social que conhecia Sandro desde criança, de amigos que cresceram com o rapaz nas ruas, de policiais e até de um criminoso amigo do sujeito. 

O grande acerto de Padilha foi dar voz a todos os lados, criando uma discussão não para justificar o ato insano do rapaz, mas para entender suas motivações através da vida miserável que ele teve aquele dia. 

Além dos erros da polícia e da sede por sangue da imprensa e dos populares que estavam no local, fica para reflexão analisar a sociedade cruel em que vivemos, onde a desestruturação familiar, a exclusão e a falta de perspectivas geram centenas de jovens como Sandro, que acreditam não ter nada a perder, nem mesmo a própria vida.     

6 comentários:

Amanda Aouad disse...

Gosto muito desse documentário, ao contrário do filme de ficção que veio depois, acho interessante o panorama e aquela parte final é tensa. Sempre uso como exemplo em aula.

bjs

Gonga disse...

Grande trabalho de José Padilha. Um dos melhores documentarios que vi.

d é h disse...

Esse filme/documentário é muito bom, bem intenso, cru, que ajuda a passar toda a tensão que representa a realidade dos fatos.

Abraço.

http://umvortice.blogspot.com.br/

Hugo disse...

Amanda - É uma ótima escolha para exemplo.

Gonga - Ótimo documentário.

Déh - Foi um fato chocante que ficará marcado por muito tempo.

Abraço

Jefferson C. Vendrame disse...

Dispenso essa temática que ultimamente esta em voga no cinema nacional. Depois de Cidade de Deus (que confesso, é o único que me chama a atenção)muitas produções semelhantes uma das outras surgiram e ao meu ver todas apresentam o mesmo conteúdo, violência...

Hugo disse...

Jefferson - Este documentário tenta colocar um discussão maior sobre crianças abandonadas e a consequência desta situação. Infelizmente o caso foi extremamente violento.

Abraço