quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Jogando com a Sorte & Dois Vigaristas em Nova York


Jogando com a Sorte (California Split, EUA, 1974) – Nota 6,5
Direção – Robert Altman
Elenco – George Segal, Elliott Gould, Ann Prentiss, Gwen Welles, Edward Walsh, Bert Remsem. Jeff Goldblum.

O desocupado Charlie (Elliott Gould) e o funcionário de uma revista Bill (George Segal) se conhecem numa mesa de pôquer e dão inicio a uma amizade onde vício pelo jogo será o combustível. Enquanto Charlie vive tentando ganhar trocados em todo o tipo de aposta, Bill precisa arrecadar um valor alto para pagar uma dívida com um agenciador. Passando por mesas de pôquer, lutas de boxe e corridas de cavalo, a dupla acabará num cassino em Reno para tentar a sorte grande. 

O diretor Robert Altman procurou mostrar como é a vida de um viciado em apostas, utilizando dois personagens diferentes, mas com o mesmo problema. Charlie é o sujeito que já se entregou ao esquema, sem se preocupar com trabalho ou algo mais e quando precisa de um teto se abriga na casa de duas prostitutas de luxo (Ann Prentiss e Gwenn Welles). Enquanto Bill vai sendo tragado aos poucos pelo vício, inclusive armando fugas do trabalho para poder apostar. 

O tema é interessante mas em alguns momento o longa fica cansativo e hoje parece um pouco envelhecido. O roteiro deixa claro no final que o principal para o viciado em jogo não é apenas o dinheiro, mas sim a adrenalina, a sensação de que pode vencer. 

Dois Vigaristas em Nova York (Harry and Walter Go to New York, EUA, 1976) – Nota 6
Direção – Mark Rydell
Elenco – James Caan, Michael Caine, Elliott Gould, Diane Keaton, Charles Durning, Lesley Ann Warren, Jack Gilford, Michael Conrad, Carol Kane, Burt Young, Val Avery, Bert Remsen, David Proval.

No final do século XIX, Harry (James Caan) e Walter (Elliott Gould) são atores mambembes que decidem se aventurar como ladrões para sobreviver, porém a falta de habilidade para o novo ofício leva a dupla rapidamente para a cadeia. Na prisão, eles conhecem o inglês Adam (Michael Caine), um famoso arrombador de cofres que tem um plano mirabolante para quando sair da cadeia, roubar um cofre considerado impenetrável em Nova York. Os atrapalhados e ambiciosos Harry e Walter conseguem fugir da prisão antes que Adam seja libertado, com o objetivo de chegarem primeiro ao cofre em Nova York. A dupla acaba se juntando a uma jornalista feminista (Diane Keaton), que aceita participar do plano por acreditar que roubar dos ricos não é crime. 

Este longa que pegou carona no sucesso do clássico “Golpe de Mestre”, tem um elenco repleto de astros no auge da carreira. Caan, Caine, Gould e Keaton estavam entre os grandes nomes de Hollywood na época e cumprem bem os papéis aqui, mas isto não foi o suficiente para resultar num grande filme.     

2 comentários:

Celo Silva disse...

Nossa, sempre tive vontade de ver esse filmes, mas...

Hugo disse...

Celo - São filmes difíceis de serem encontrados hoje. Somente na net ou em alguma sessão do TCM e ou Telecine Cult.

Abraço